sábado, 11 de abril de 2009

FUNDAMENTALISMO OU VOYEURISMO GAY?

A Burka é uma versão radical do xador, veste feminina que cobre todo o corpo, o rosto e os olhos. O Alcorão determina que as mulheres devem vestir-se de forma a não atraírem a atenção dos homens.
Na sociedade em que vivemos, o homem gosta de apreciar uma silhueta feminina e tal não significa que a mulher tenha que estar completamente despida. A própria mulher capricha na apresentação como forma de se afirmar feminina. Na praia, é normal ver uma mulher, seja jovem ou mais velha, seja neta, filha, mãe ou avó, usar bikini, independentemente de ser solteira, casada, viúva, ou divorciada, em que tal se torne provocante para quem está à sua volta. Em suma, todos nós apreciamos. Os gays também apreciam, a não seralgum algum gay (será que é correcto?) mais radical que só tem preferência pelos machões, musculados e peludos.
Certamente que qualquer homem ou mulher apreciará muito mais o cheiro a perfume do que sentir no olfacto o odor do suor ou do "bacalhau". Mas há gostos para tudo e cada qual come do que gosta.
Presume-se que o autoritarismo empregue em relação à Loja do Cidadão, de Faro, tenha sido apenas um lapso e que não seja fruto de alguém que veio do Afeganistão ou de algum gay ou lésbica mais radical...

13 comentários:

Tertúlia dos Cafetantes disse...

PALESTRA/DEBATE
“Aproveitamento das águas das ETARs”
com o Dr. Manuel da Silva Costa
É no próximo dia 15 de Abril, quarta-feira, na Recreativa (rica) – Olhão, às 21h30, aberta a quem queira assistir e participar.
Os milhares de hectolitros de águas impróprias que diariamente as ETARs descarregam na Ria Formosa, são os maiores responsáveis pela poluição e ameaça a este sensível ecossistema,
Imagens como esta (clik) podem e devem acabar.
O nosso convidado para esta Palestra, o Dr. Manuel S. Costa, tem vindo a estudar a resolução deste problema e apontando para uma reutilização das águas, quando esta, a água, começa a ser um bem escasso.
TC

Anónimo disse...

A cultura do homem não chega nem tem espaço para os graves problemas
de ambiente que essa câmara tem criado.
O que está em discussão na mente da edilidade é como justificar os gastos.

Anónimo disse...

Já agora e assim só de repente, estão a falar de quê? O que é que se passou ou passa na Loja do Cidadão?

o espreita decotes disse...

tou de acordo.
a partir de agora- funcionárias públicas só em top-less, todas, gordas, magras, depiladinhas, com ou sem bigodes pintelhudos.
funcionários de fio dental, com tomates arrumados à esquerda os hetero, à direita os homo e bi.
BURKA, para as mulheres e cabras no Afagnistão que os GIs só querem buraco para bala e pixa.

Anónimo disse...

Que raio de mensagem esta!confusa, mal escrita e com comparações sem nexo..fico a pensar que deve ser dos folares da Páscoa..Leiam o texto antes de o publicarem.
Secalhar em relação à Loja do Cidadão de Faro não deve ser nada publicado, mas vão à loja pra ver com os vossos olhos.a comunicação social q se informe:pois o funcionário(a) q tanto se indigna com o comportamento/vestuário a optar na Loja e q denuncia tão "grave atentado" é de certeza aquele tipico funcionário público q mastiga pastilha elástica enquanto atende o utente, fala ao telefone da vida pessoal durante horário funcionamento, trata-nos com uma postura arrogante e agressiva e verdade das verdades existe muito menino(a) que peca pela falta de higiene e pelo excesso/minimo ou folclore na indumentária..Por querer travar a maneira como o funcionário público é visto querer apostar numa imagem limpa, cuidada e uniforme a Loja tá a ser criticada..há q mudar mentalidades meus senhores, o tempo do/a funconário/a q limpa as unhas, corta o bigode e tira cera dos ouvidos atrás do balcão já passou.Temos direito como cidadãos a ser bem atentidos e a ter uma boa administração pública, comece-se por algum lado e não é criticar por criticar.

Anónimo disse...

não desviemos este blog para o abandalhamento que isso é o que o f.leal mais deseja.
Os donos do blog tambem devem ter cuidado com o que escrevem aqui algumas vezes, que fica-se sem saber o que querem.

Anónimo disse...

essa do bacalhau é que está a pedir alho

Anónimo disse...

Pelo andar da carruagem, qualquer dia hão-de querer todos os funcionários públicos de farda...Claro que deve haver decoro na forma como os funcionários(as)se apresentam ao cidadão, mas não caíamos no exagero. Ninguém concorda com o funcionário a mastigar pastilha elástica, ninguém concorda com um decote provocante mas quando as recomendações das "chefias" vão ao pormenor dos perfumes "agressivos" e da lingerie negra, não será que estarão a cair no exagero? Não será que esses "excessos" devm ser ridicularizados?

Movimento Esperança Portugal (MEP)-Olhão disse...

Laurinda Alves, cabeça-de-lista do Movimento Esperança Portugal nas eleições para o Parlamento Europeu.
A esmagadora maioria dos portugueses sente-se muito distante da Europa», acredita. «Todos os que vivem fora das grandes cidades já acham que não são ouvidos em Lisboa, quanto mais em Bruxelas. E olham para a União Europeia como uma estrutura muito normativa, legislativa e directiva. Olham para o projecto político e económico e esquecem a dimensão humana da Europa», acrescentou. Esta é uma realidade que o MEP quer ajudar a mudar.
http://www.mep.pt/

Anónimo disse...

A Deputada Heloísa Apolónia, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que pede esclarecimentos ao Governo, sobre a imposição de "imagem" na Loja do Cidadão de Faro.

PERGUNTA:

Foi tornado público que, por determinação da Agência de Modernização Administrativa, a qual está sob a tutela da Presidência do Conselho de Ministros, as funcionárias da Loja do Cidadão de Faro foram avisadas que não poderiam usar, designadamente, mini-saias, decotes exagerados, gangas e perfumes agressivos.

Esta determinação é de tal forma absurda que, num primeiro impacto, nos deixa dúvidas sobre a sua veracidade, mas ao que parece foi confirmada por responsável da Agência de Modernização Administrativa.

Sendo verdade, estamos aqui perante um brutal e intolerável atentado à liberdade individual de cada pessoa, o que me leva, indignada, a dirigir um conjunto de questões à tutela.

Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exa O Presidente da Assembleia da República, que remeta ao Governo a presente Pergunta, por forma a que a Presidência do Conselho de Ministros, me preste os seguintes esclarecimentos:

1. Quando tomou o Governo conhecimento desta determinação da Agência de Modernização Administrativa?
2. Que diligências imediatas tomou o Governo para revogar esta determinação?
3. É verdade que esta decisão de imposição sobre a indumentária das funcionárias da Loja do Cidadão de Faro foi tomada ao abrigo de um suposto princípio de modernização administrativa e de qualidade de imagem dos serviços públicos?
4. Esta decisão está, neste momento, revogada?
5. Que advertências foram feitas aos autores desta determinação absurda?
6. Já agora, e apenas por curiosidade, foram também feitas algumas determinações aos funcionários (homens) dessa Loja do Cidadão, ou foram feitas apenas às funcionárias (mulheres)?

O Gabinete de Imprensa de “Os Verdes”
(T: 213 919 642 - F: 213 917 424 – TM: 917 462 769 - imprensa.verdes@pev.parlamento.pt

Anónimo disse...

Na loja do cidadão os homens estão obrigados ao uso de gravata. A presenta medida é um acto meramente fascista. Não visa a eficacia doserviço o que é pretendido pelo contribuinte. É evidente que o funcionario se deve apresentar devidamente composto mas importante mesmo é a resposta dos serviços às necessidades do cidadão. Trata-se de uma operação cosmetica mas fascizante como o uso de farda.

Anónimo disse...

Por acaso não vi a deputada Heloísa pedir a demissão do 1º primeiro ministro depois de tudo o q se tem verificado nos ultimos tempos:freeport e afins, nem ela nem ninguém da dita "oposição".Não se desviem as atenções aos escandalos do governo, isso sim de indignar qualquer um.se fosse uma mulher a fazer metade dos que alguns homens do governo têm feito já tinha sido comida na praça pública.Á mulher não basta ser boa política tem que ser excelente ou ter boas cunhas para estar lá, e ao minimo é-lhe ateado fogo.

Anónimo disse...

mosse vem a exportemar a feira do mar de olhao sera que o somos olhao vai por la um stand com porcaria dos comentarios quem tem feito ao longo do ano sera que o raul coelho e terramoto mais o grande candidaton do povo dos somos olhao otalcastanheira que segundo parece ainda nao pagou a mutua o dinheiro que pedio para comprara o carro tambem vai estar la o chico quer saber para mandar os convites