quarta-feira, 17 de março de 2010

Bullyng na escola João da Rosa em Olhão.

Segundo noticia do Correio da Manhã de hoje, há um caso de Bullyng na Escola João da Rosa, onde o aluno agredido e roubado está em casa, e os agressores continuam na escola.
Esse grave problema que tem sido escondido da população de Olhão, é só a ponta do icebergue do que se passa nas escolas do concelho.
Na Escola secundária Francisco Fernandes Lopes em Olhão todas as semanas há casos de violência, desde que juntaram todos os sistemas de ensino no mesmo espaço.
Há professores e alunos com medo de falarem por causa das repressões, e o que fazem as entidades responsáveis pela educação em Olhão? Os conselhos de educação funcionam e reúnem para debater esses casos? Ou os responsáveis pela escolas não querem levantar ondas para não se saber a desgraça que se passa nas escolas do concelho,e não colocar em causa o aparelho socialista?
É tempo das pessoas saberem o que se passa nas escolas do concelho e tomarem medidas urgentes, pois não é camuflando os problemas que estes se resolvem. Ou estão à espera que apareçam vitimas mortais, para tomarem medidas?
Eu como pai estou preocupado, os vereadores que tem filhos em idade escolar não estão? Ou tem os filhos em colégios particulares, onde a segurança é paga pelos nossos impostos?

49 comentários:

Atento disse...

os altos responsaveis pensam assim acerca do bullyng.

O coordenador do Tribunal de Família e Menores de Lisboa, que tem defendido a criação de uma norma específica para o bullying, disse, à TSF que esta prática devia ser considerada um «crime público».

«A própria natureza do bullying é um desequilíbrio de poderes», já que «o mais fraco é mesmo muito mais fraco», por isso a escola deveria poder participar estes casos ao Ministério Público, já que normalmente as vítimas não têm iniciativa para tomar essa atitude, defendeu Celso Manata.

Para tornar o bullying um crime público é necessário a intervenção da Assembleia da República, frisou, acrescentando que o Governo apenas «pode fazer propostas» nesse sentido.
porque será que o governo não torna o bullyng um crime publico?
no meu entender para não mostrar à U.E. os problemas que existem no ensino em portugal.

Anónimo disse...

uma boa solução para acabar com o bullyng e a disciplina nas escolas: os alunos que fossem indisciplinados destruissem património das escolas e que agredissem os colegas ou professores a 1ª medida era os pais perderem qualquer subsidio que estivessem a receber do estado. a 2ª MEDIDA ERA IREM PARA UMA ESCOLA DE ENSINO ESPECIAL ONDE ENSINASSEM ESSES ALUNOS A RESPEITAREM A COMUNIDADE.

Anónimo disse...

más linguas só sabem é falar mal do trabalho dos outros.

Anónimo disse...

na secudária de olhão misturaram turmas de CEF e Profissionais do tipo "barra pesada" e agora tá a barraca em monte

Anónimo disse...

O JMateus tem dito que o problema do ensino no concelho, é de menor importancia para a CMO porquanto o presidente já nao tem filhos em idade escolar.
O resto sao cantigas de mau dizer!
VIVA A VERGONHA!
VIVA A MISERIA!
vIVA BA TRISTEZA!
JMateus

Anónimo disse...

Disciplina, educacao e respeito eram adjectivos utilizados no anterior Regime. Agora é democracia e viva o baile!
JMateus

Anónimo disse...

O BULLYING NAS ESCOLAS PORTUGUESAS
Susana Fonseca Carvalhosa
Departamento de Psicologia Social e das Organizações
Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
susana.carvalhosa@iscte.pt



BULLYING EM PORTUGAL: O QUE SE PASSA NAS ESCOLAS?
Queria ver este professor com turmas de CEF e Profissionais do tipo "barra pesada" para saber se era mesmo o melhor professor do país.Devido às consequências e efeitos negativos destes comportamentos para o desenvolvimento e para a saúde mental, é de extrema importância que as escolas não neguem que o problema existe e que se dissipe a noção, de pais e educadores, de que este tipo de comportamento é uma parte normal do crescimento. Isto também porque a liberdade do medo do não é suficiente para assegurar uma aprendizagem com sucesso mas é uma condição necessária para a aprendizagem eficaz.
Em Portugal, têm sido feitos vários estudos sobre a problemática do bullying. Estes envolvem aspectos como a tradução da palavra “bullying” para português”, a observação dos comportamentos de bullying nos recreios, a caracterização das vítimas, dos agressores e das vítimas-agressoras e a prevalência deste tipo de comportamentos e a sua monitorização a nível nacional.
Nas investigações com amostras nacionais representativas (Carvalhosa, Lima e Matos, 2001; Carvalhosa e Matos, 2004) verificou-se que, em 1998, 42.5% dos alunos entre os 11 e os 16 anos

Anónimo disse...

Convém também fazer referência a outros tipos de violência que afectam a escola, como seja os grupos organizados ou gangs; nestes casos, as causas parece estarem, normalmente, associadas a problemas económicos, sociais e étnicos, como, famílias disfuncionais e destruturadas, pobreza, racismo ou outros tipos de discriminação sistemática, e modelos sociais violentos propagados pelos media.
tudo isso o aparelho do ps quer esconder aos pais dos alunos que votaram ps.
uma coisa é certa os pais com cunhas no aparelho do ps só colocam os filhos na escola da chasfa.
é por isso que o polvo é grande.e o ps ganha sempre as eleições em olhão.
só por curiosidade o presidente do concelho directivo da joão da rosa foi candidato pelo ps e em breve vai ser vereador da CMO ,pois há um elemento do ps na CMO que está de saída.

Anónimo disse...

que o PS se cale ainda se compreende então e a oposição ao ps?
o profº alberto almeida que é professor não tem opinão sobre o assunto? e drº abundio que é advogado nada diz sobre esse grave problema? o vereador do B.E. até se compreeende que não diga nada, pois o que ele fala é das obras que não lhe pagaram,e está na politica mais por vingança pessoal do que por outra coisa.
mas ao fim e ao cABO É TUDO FARINHA DO MESMO SACO.
quem ri com isso é o fininho do ps (que foi posto à margem)pois a corrupcção e os esquemas cada vez são maiores dentro do ps.
fala-se por aí á boca cheia que o pininha e o carlos martins vão mais uma vez carregar de dinheiro dos subsidios para as ostrinhas.
é fartar vilanagem.

Anónimo disse...

para quem diz que o que se fala no olhãomlivre vejam essa reportagem
http://www.videos.iol.pt/consola.php?projecto=27&mul_id=13234265&v_sort=&v_order=&tipo_conteudo=1&tipo=2&id_conteudo=&referer=1&query=&pagina=

Anónimo disse...

os autores do Olhão livre que colquem a reportagem da TVI para que se veja a vergonha que se passa nas escolas de OLHÂO.

Anónimo disse...

http://mobilizacaoeunidadedosprofessores.blogspot.com/2010/03/o-bullying-nao-para.html
olhão em grande nos blogs da educação.
é isso que o ps de olhão não quer que se fale?
o que dizem os vereadores desta vergonha?

L.Rocha disse...

Um menino de dez anos está há duas semanas fechado em casa, com medo de ir à escola. O aluno do 5º ano de uma escola de Olhão queixa-se de agressões e ameaças por parte de dois colegas mais velhos.

A situação já se verifica há cerca de três meses, no entanto, a mãe nunca se apercebeu de nada, pois a criança tinha medo de mais represálias se contasse como era tratado pelos colegas. Sintomas de nervosismo, ansiedade e febres todos os domingos à noite alertaram a mãe de que alguma coisa se passava.

A mãe do rapaz manifestou intenções de o transferir de escola, no entanto, foi aconselhada a não o fazer. Afirmou que a escola não está a saber resolver o problema e a criança já nem quer sair de casa.
é esta a noticia do site da TVI olhão sempre em destaque por más noticias.
claro que agora os presidentes dos concelhos executivos vão reunir com o presidente da CMO e dizer que é tudo mentiras.como no caso do papel higiénico.

Anónimo disse...

se o presidente desse conselho directivo é do ps, eu que votei ps tenho nojo desse gajo.
então os agressores ficam na escola e a vitima fica preso em casa?
é isso o socialismo desse responsável pela joão da rosa?
simpatizante e votante no ps.

Anónimo disse...

o presidente da CMO e os vereadorews estão masi interresados em resolver os problemas pessois do que os problemas do concelho.não é só na educação as ruas e estradas do concelho estão todas esburacadas e nada fazem.parece que olhão esteve em guerra. em frente à escola da Chasfa e no caminho da zona alta é uma autêntica vergonha.para não falr das outras ruas.
o olhão livre devia fazer um artigo para denunciar essa vergonha pois é a unica maneira deles taparem os buracos.
e ponham fotos que eu disponibilizo,se quiserem.

Anónimo disse...

As escolas não actuam devidamente perante situações de bullying e, muitas vezes, ignoram estes casos. O alerta é feito pelos sindicatos de professores que falam na falta de condições para combater o fenómeno, mas admitem que há uma tendência para minimizar a sua gravidade.

Isto quando 42% dos alunos nas escolas lidam com o bullying, como vítimas ou como agressores, revela um estudo da investigadora Sónia Seixas, e se sabe que o Ministério Público investigou no ano passado dez queixas por mês de casos de violência nas escolas.

"A tolerância tem de ser zero. Muitas vezes não há castigos, apenas repreensões para os agressores e o bullying é um fenómeno que está a alastrar. As escolas têm de tomar medidas severas, mas têm de actuar de imediato e não deixar passar", defendeu ao DN Carlos Chagas, secretário-geral do Sindicato Nacional e Democrático dos Professores (Sindep).

Também Mário Nogueira, da Fenprof, é da opinião que uma "punição severa" é importante se o caso assim o exigir, mas diz que tem de haver sempre uma actuação imediata. "Há situações pouco relevantes e nas escolas tenta- -se ver se as coisas passam e, quando dão conta, já aconteceu algo pior", afirma o sindicalista.

e em olhão alguém vai questionar o presidente da escola joãp da rosa e o drector escolar do algarve?
o presidente da CMO sabia desse caso? o conselho de educação sabia? ou pelo menos esse concelho reune, para averiguar o que se passa nas escolas do concelho?
são coisa que estão no segredo dos deuses.

Anónimo disse...

"O mundo é um lugar perigoso para se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas por causa daqueles que o observam e deixam o mal acontecer" (Albert Einstein).
em olhão passa precisamente isso.os gatunos assaltam e as autoridades dizem às pessoas que se vão queixar que não vale a pena apresentar queixa. nessa escola um aluno é agredido e é castigado ficando em casa enquanto os agressores continuam na escola a fazer mais do mesmo.
é essa educação que queremos para os nossos filhos?

Anónimo disse...

“Depois de casa roubada trancas na porta”.
e agora o que diz a isso ops local? se é que existe ps local sem ser os vereadores.

Anónimo disse...

afinal o que é o bulling?
Gozar, chamar nomes, ameaçar, empurrar, humilhar, excluir de brincadeiras e jogos são actos de todos os dias, que acontecem "desde sempre, desde que há crianças". E a isto se chama "bullying". Algo que muitas vezes é considerado pelos adultos como "saudável" e "uma boa forma de aprender a viver e a defender-se" e que pode deixar marcas para toda a vida.
ora é isso que acontece na maior parte das escolas em olhão ,mas os responsaveis nada fazem, e ainda ocultam os casos mnais graves como o da joão da rosa.
haja quem mande, pois até para mandar é preciso saber.

Anónimo disse...

sinais de perigo:
Efeitos ou indícios de possível "bullying"

Os efeitos do "bullying" são vários. Baixa auto-estima, medo, pesadelos, rejeição da escola, insegurança, ansiedade, dificuldade de relacionamento interpessoal, dificuldade de concentração, diminuição do rendimento escolar, dores de cabeça ou de estômago, mudanças repentinas de humor, vómitos, urinar na cama, falta de apetite, choro, insónia, aumento de pedido de dinheiro e até roubos em casa e surgimento de objectos estragados ou desaparecidos sem que seja dada uma explicação para tal.

Anónimo disse...

Mó má qué iste,atâ agora andem á porrada na escola e dizem que é boling.No tempo da outra senhora andavens á cacetada e até detavem sangue em monte do nariz e era sempre porrada e ninguem dezia qéra boling,só qagora manda o ps e qerem detar o leal abaxo.Zé Dolhão

Anónimo disse...

não entendo porque as vitimas se calam mais eu farei de tudo especialmente uma campanha na minha escola para as pessoas qe sofrem algum tipo de racismo ou preconceito e se sente incomodada com isso, há que não se calar, porque cada vez que essas pessoas se calam os agressores se sentem mais fortes.

Anónimo disse...

Infelizmente a nossa sociedade ainda é muito limitada no tocante a conhecer os problemas enfrentados por estudantes. Sabidamente tal ignorância tende a crescer, tendo em vista a necessidade dos pais buscarem o mercado de trabalho para manterem a família, economicamente falando. Deve-se divulgar mais tal assunto, para q os jovens não venham a ser taxados de covardes, preguiçosos. Obrigada

Anónimo disse...

Confessar aos pais ou aos professores as ameaças e humilhações de outros colegas é algo que poucas crianças conseguem, e foi por isso que a clínica de psicologia Psicronos criou o Portal Bullying. O site www.portalbullying.com.pt foi lançado esta semana e convida crianças e adolescentes a partilharem as suas experiências num chat de conversação.

os blogs como o vosso fazem falta pois não escondem a verdade.

L.Guia disse...

e o vereador da educação em oLhão é...
Dr. António Miguel Ventura Pina

2006-10-12

Eleito nas listas do Partido Socialista.

Pelouros:
- Educação;
- Cultura;
- Desporto e Tempos Livres;
- Juventude;
- Saúde;
- Bombeiros, Protecção Civil e Segurança;
- Transportes Municipais (Autocarros) e Urbanos (Mini Bus)
- Modernização Administrativa;

será que este vereador que é filho do ex. director geral da educação do algarve também ele Antonio Pina,não pergunta ao pai o que fazer nesses casos de bulling?

Anónimo disse...

já que ninguém faz nada ao menos com o olhãolivre sabemos o que se passa em olhão.
mais uma vez é um caso vergonhoso ,mas que raio de governantes temos nós que escondem estes casos?

Neves disse...

esse artigo é tudo uma cambada de baboseiras.o moço é que não quer ir à escola.
Neves militante 1023 do ps.

Anónimo disse...

ó cara, neves, deves ser cá um inegrumene de todo o tamanho então uma criança de 10 anos é agredida numa escola que o estado tem a responsabilidade da segurança dos nossos filhos e tu dizes que a criança não quer é ir à escola? olha o que tu e os socialistas merecem é serem postos numa panela e cozinhados como faziam os brsileiros quando os portugueses se aventuravam no amazonas.

Zé do Mar disse...

A origem deste problema, está no facto de os pais já não serem responsáveis pelos filhos, e o Estado meter o bodelho na forma de educar, tirando aos pais toda a autoridade, porque se esses bullies tivessem levado umas boas palmadas, em meninos quando manifestavam essa predesposição para a violencia, é quase certo que teriam sido corrigidos, o mesmo acontece com os professores, têm de ver os meninos aterrorisar os colegas, e os proprios professores, e engolir para dentro, porque não podem tocar nos meninos,
O´h! como eu tenho saudades da Dª Armanda, com aquela grande régua em riste, não havia rufia que arreganhasse o beiço!
Arranjaram estes amenos meios de educação, e agora andam à nora, não sabem como resolver o problema!
Deiem de novo liberdade`aos pais para educar os filhos à sua maneira, exigindo em troca responsabilidade por aquilo que eles fizerem, e deiem de novo a régua e o ponteiro aos professores, e vão ver como tudo volta aos eixos!

Anónimo disse...

Eles comem tudo eles comem tudo
eles comem tudo e não deixam nada.
Esta canção do saudoso Zeca Afonso
é dedicada ao C.Martins,Pina,Leal
e Compª.

Anónimo disse...

Mas só á BULLYING nas escolas ?
Então a sociedade não está cheia de
Bullingzinhos,se fizermos uma retrospectiva aos temas(tópicos) levantados pelo Olhão Livre,iremos verificar quantos motivos temos para pensar que de facto corremos perigo deste palavrão americanado.
O desequilibrio de poderes,instalados relevam que os fracos perante o poder são cada vez são mais fracos,embora lutem para mostrar a razão que lhes assiste,pouco adianta,porque quem prevarica não é castigado.
Não é isto uma forma de Bullying?

Só á Cacetada.

Anónimo disse...

Mais vale ser cães raivosos do que
caranguejos,ou carneiros.

Vivam os cães raivosos que sabem o que querem e estão sempre prontos a morder.
Não se importem com o predicado.

Anónimo disse...

vi o telejornal da TVI onde relatou esse facto,é pena que assim seja pois olhão devia ser conhecido por levar o caíque ao brasil é conhecido pelas piores coisas e quer o presidente leal fazer de olhão uma terra de turismo,o mais que ele consegue fazer de olhão e da fduzeta é uma terra de oportunidades para os patos bravos do betão encherem a pança.

Anónimo disse...

Por vezes fico com essa sensação. eles drogam-se? bebem demais? são mesmo assim? não têm a noção das coisas nem do ridiculo? O país é o que é, e está como está, mal e à beira da bancarrota, mas esta gente não tem juizo, ainda ontem Sócrates, com aquele seu ar grave e sério, como canta Rui Veloso na canção Porto Sentido, anuncia investimentos de 30 mil milhões de euros e a criação de 140 mil postos de trabalho, mas tá tudo doido? se ele mandou parar estradas que pouco mais de 5 kms tinham por não haver dinheiro, vem agora anunciar 30 mil milhões. ainda bem que trabalho no Brasil, aqui existe corrupção, mas pelo menos o presidente não diz que tem uma licenciatura

Anónimo disse...

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego atingiu, em Fevereiro, o valor mais elevado de sempre. Ao todo, 561.315 pessoas estavam à procura de um novo posto de trabalho ou do primeiro emprego, ou seja, mais 19,6 por cento do que no ano passado e mais 0,2 por cento do que em Janeiro.
em Olhão a cada dia que passa o desemprego aumenta diabólocamente desde o ali super ao pequeno comercio e no final do mês de abril
vai haver grandes surressas.

Lizard disse...

olhão aparece nos telejornais da RTP1 E TVI por mais um mau exemplo,agressões a alunos onde os conselhos directivosd castigam quem é agredido deixando os agressores nas escolas.
mas é só na joão da rosa? e nas outras escolas os casos de violência a cada dia que passa são maiores,o que me deixa preocupado pois não tenho dinheiro para por os meus filhos em colégios particulares.
era bom que o vereador da educação tomasse medidas sobre o Bulling ou porrada nas escolas.

Lizard disse...

Meu amigo que se auto intitula "Lizard"

Eu até compreendo que o amigo gostasse de ser o Lizard, e pode ser que um dia chegue lá, mas a verdade é que não o é. Portanto vamos lá a respeitar os pseudonimos, para as pessoas não ficarem confusas. Okey? não seja como ò cuco, que em vez de fazer o seu proprio ninho, vai pôr os ovos nos ninhos alheios!

Anónimo disse...

Mó será verdade que o j pereira está a fazer outra obra perto da avenida ?eu não quero acreditar que ele já se vendeu ao leal,Bem mas como o homem é um teso não admira que vá beijar a mão do PADRINHO haja decência na política.ZÉ SEM CALMA

Anónimo disse...

Meu amigo LIZARD,de facto peço desculpa por ter usado o seu nome mas é verdade que o meu nome é LIZARDA e não quiz apoderar-me do seu nome mas sim abreviar o meu.LIZARDA

Anónimo disse...

O Governo aprovou hoje uma proposta de lei para agilizar a aplicação de medidas disciplinares sancionatórias e a suspensão preventiva a alunos que pratiquem agressões em estabelecimentos dos ensinos Básico e Secundário.
quero ver se os concelhos directivos dos agrupamentos em olhão vão cumprir a lei.

Anónimo disse...

Não é só na escola João da Rosa que existe casos de bullying. Tenho conhecimento que também na escola da Chasfa existem casos de bullying e outras coisas muito graves. Violencia e tentações existem em todas as escolas para os nossos jovens. Os pais e encarregados de educação que se informem e descubram o que se passa na chasfa. o caso do aluno da João da Rosa deve-se á coragem da mãe que divulgou o caso através da imprensa os outros pais depois de informados que façam o mesmo para que quem de direito tome as devidas diligencias para acabar com este drama das escolas. Sr. vereador António Pina informe-se e faça alguma coisa pois é muito grave.

Anónimo disse...

o drº Antonio Pina anda preocupado em arranjar mais subsidios da U.E. para as ostras dele e do amigo verador carlos martins. e arranjarem obras da CMO,para os ex socios do carlos martins.

Anónimo disse...

Boas noites. Já fiz parte de associações de pais e colaborei activamente com escolas na qualidade de educador , A medida em questão só serve para calar as pessoas ,face ao que se tem vivido no nosso país .O Estado Português não pode impedir o que obriga,ou seja a frequência á escola ;Agora pergunto o que vão fazer os alunos problemáticos ao serem mandados para fora da escola?:Uma pequena nota a pensar no futuro, sou claramente a favor da natalidade ,no entanto a medida tomada pelo Governo neste sentido induziu á maternidade infantil e não só , muitas famílias não reúnem condições para alimentar e educar devidamente aqueles que são o futuro da humanidade.(E DEPOIS LOGO SE VÊ)

Anónimo disse...

São inúmeros os alunos contaminados com uma doença grave que eu denomino de "preguicite aguda" . Não querem fazer nada, não estão para se massar! Aliado a isto temos uma tolerância excessiva por parte dos pais relativamente às atitutes incorrectas dos filhos na escola. Por outro lado, poucos supervisionam o trabalho dos meninos em casa, os filmes que veem, os jogos que jogam (muitos com alto nível de violência), não estabelecem horários para o estudo, para se deitarem. Há alunos que entram na escola cheios de sono porque não dormiram o suficiente. Levam o tempo a bocejar e chegam a adormecer nas aulas. Pior que tudo é verificar-se que quem manda em casa são os filhos, não os pais. Eles gabam-se disto nas escolas e contam os truques que usam para enrolar os pais. Os professores estão saturados. Por mais que tentem inovar, nada os motiva, nada os tira duma letargia crónica. Como se explica que os mesmos professores, há vinte anos, conseguissem resultados muito melhores que agora que têm mais experiência e melhores recursos materiais??? Antes só existia o quadro e o giz! Isto dá que pensar, ou não?

Anónimo disse...

Estou totalmente de acordo com este ultimo comentario .
Mas ja agora pergunto eu; sera expulsando esses alunos que se resolve o problema?
Castiga-los , plenamente de acordo mas com castigos sociais e que tentassem acima de tudo a sua reintegraçao na sociedade!
Sera que faz sentido haver faltas sem serem justificaveis?
Entao e nos quando faltamos ao trabalho?
Na minha opiniao quando o menino faltasse as aulas devia ser automaticamente comunicada a respectiva ausencia aos paizinhos!!
Sim porque tambem os ha!
Passamos de um extremo para o outro com a "democracia" ; se o professor alsa um bocadinho a voz no dia seguinte aparece-lhe o avo a pedir explicaçoes, entretanto o mesmo esqueceu-se de educar o menino ; visto que o professor tem a obrigaçao de" educar" e formar o mesmo.
Ha uns anos atras havia entre nos um rancho de irmaos que nos haviamos batizado de METRALHAS lembram-se ? Esses hoje homens o que sao? Por culpa de quem ? Dos pais dirao , alguns- mas se os pais nao eram normais, afinal no que ficamos? A vizinhança nao teve responsabilidades?A Junta de Freguesia ? A Camara? Todos nos?
Agora se calhar dizem "A os Metralhas sao uns bandidos" Porque?
Fomos nos que fizemos deles uns bandidos
Seria bom que conseguissemos ver este problema das varias maneiras , mas tentando recuperar essa gente quanto mais nao fosse para o ensino profissional , tambem que pelo andar da carruagem qualquer so temos drs.

anarosa disse...

ola. eu fui aluna na escola joao da rosa em 1996 e 1997 e fui vitima de bulling eu fui perseguida e maltratada por colegas e nada foi feito e ninguem impediu que isso acontecesse e foi responsabilidade da imcompetencia do conselho directivo em que a directora era a d. teresa branco ate tive que por varias vezes chamar a policia pois dentro da escola nada ficava resolvido e durante 2 anos fui vitima de bulling que tinha medo de ir para a escola porque sabia que me iriam fazer mal. depois de tantas reunioes que o conselho directivo fazia a conclusao que chegaram e a soluçao que para eles era a melhor era nao falarmos uns com os outros. pois é por incrivel que pareça é verdade os delinquentes nao foram castigados e tive que ir estudar para outra cidade pois ja nao aguentava mais.isto é para alertar toda a gente que o bulling nao é de agora mas sim de sempre e nunca nada foi feito eu hoje sou mae e espero que a minha filha nunca passe pelo que eu passei pois ficaram me traumas para o resto da vida.esses delinquentes hoje sao pais e pode ser que lhes façam o mesmo com os filhos e que ai se lembrem de mim do mal que me fizeram.ana sofia. faro

anarosa disse...

ola. eu fui aluna na escola joao da rosa em olhao em 1996 e 1997 e fui vitima de bulling e nada foi feito para castigar os delinquentes que me maltratavam pois é foi devido á incompetencia do conselho directivo em que a directora era a d. teresa branco.eu fui maltratada durante 2 anos tinha medo de ir para a escola pois ja sabia o que me esperava todos os dias nao havia descanço ate por varias vezes era obrigada a chamar a policia pois ninguem dentro da escola me resolvia o assunto foram 2 anos que me marcaram para o resto da vida.que deixar o alerta que o bulling nao é so de hoje mas sim de sempre e que nunca nada foi feito e hoje sou mae e espero que a minha filha nunca passe pelo que eu passei mas os deliquentes da altura hoje sao pais e pode ser que aconteça o mesmo aos filhos deles e que se lembrem do mal que me fizeram.ana sofia.faro

Anónimo disse...

Sei que este artigo já tem quase quatro anos, mas ainda não pude deixar de comentar!

Este problema, infelizmente, não é nada de novo...
Agora sou uma mulher de 23 anos, mas quando andava na João da Rosa, eu também fui vitima de bullying, sobretudo no 6º e 7º ano.

Seria de pensar tipos com umas três vezes o meu tamanho me deixassem estar em paz, mas não! O facto de eu ser muito mais pequena só me tornava um alvo mais fácil para eles, porque eu não conseguia ripostar por muito que tentasse!
E eu nunca lhes fiz nada para eles terem algo contra mim, eu nem os conhecia quando isto tudo começou!

Chegou ao ponto de, um dia, dois deles seguirem-me quando saí da escola e tentarem estrangular-me! E quando uma colega minha disse a uma professora, ela só lhes deu um aviso, tipo "Não voltem a fazer isso, ok?" ...

COMO SE ISSO OS FOSSE PARAR!

Não fazem ideia do quão indefesa e assustada isso me fez sentir...

Com o tempo acho que acabei por aprender por mim própria com lidar com este tipo de gente e como os evitar. Pela altura que fui para a Francisco Fernandes Lopes isso do bullying já não era um problema assim tão grande para mim, mas isso não significa que não existisse.

Uma das minhas melhores amigas na F.F.L. era constantemente gozada e humilhada. Chegou ao ponto de, numa ocasião, a tentarem empurrar das escadas! E ela nunca fez nada para provocar ninguém, tudo isto era só porque ela é um pouco mais gordinha do que o normal!

Eu tentei ajudá-la o melhor que pude, mas, sinceramente, não havia muito que eu pudesse fazer, além de dizer aos professores e funcionários, o que não ajudou em nada.

Historias como as nossas tem que deixar de existir, algo tem que mudar!

anasofia Rosa disse...

ola este ultimo comentario acho que é de uma rapariga gostava que ela entrasse em contacto cmg.o meu email é anasofiarosa30@gmail.com tb fui vitima de bulling na escola