quinta-feira, 24 de julho de 2014

OLHÃO: AMBIOLHÃO SEM DINHEIRO PARA ORDENADOS

Fomos informados por um individuo com um nome tão pequeno quanto o seu tamanho, PINA, de que a Ambiolhão não tinha dinheiro para pagar os ordenados dos seus trabalhadores, que já deviam ter sido liquidados no dia 22, estando à espera do dinheiro dos munícipes, no roubo da factura da agua, para o fazer.
Aproveito para esclarecer que se divulgamos o nome do bufo que nos deu a informação é porque de facto ele deve ser "despedido" por deslealdade com a autarquia, evitando assim, a caça às bruxas em que os nossos autarcas são especialistas.
Por seu lado, os trabalhadores não excluem o recurso à greve se a situação se prolongar por muito mais tempo, porque têm compromissos assumidos e estão a ser penalizados sem terem qualquer culpa.
Quer dizer que há dinheiro para obras de fachada, há dinheiro para contratar pardais e artistas, para fazerem as romarias do costume, mas não há dinheiro para os ordenados de quem trabalha.
O esterco eleito com remuneração já recebeu mas deixa de fora aqueles que dependem da sua gestão.
Rosas e laranjas fazem questão de manter uma empresa tecnicamente falida e criar ainda uma outra, apenas para dar trabalho e ordenados a amigos, camaradas e familiares, esquecendo que da qualidade da sua gestão dependem centenas de famílias.
A gestão da Ambiolhão, e nunca será demais repetir, obedece a engenharias financeiras muito duvidosas para se manter e permitir ao detentores do Poder autárquico o sobre endividamento da autarquia para níveis que o Portal da Transparencia Autárquica põe a descoberto e que a Câmara Municipal de Olhão, avessa à transparencia sempre escondeu.
Os trabalhadores da Ambiolhão, sufocados com o atraso no pagamento dos ordenados, devem ponderar efectivamente se o caminho não será mesmo o recurso à greve, acenando desde já com essa hipótese, porque há medida que os meses forem passando, o problema terá tendência a agravar-se.
Ponham o presidente e os vereadores a apanhar o lixo, que é o lugar deles!
REVOLTEM-SE, PORRA!

9 comentários:

Anónimo disse...

Quando a roubiolhão for obrigada a pagar e o sanemamento e a agua às aguas do Algarve(c9oisa que não faz), então é que o dinheiro numca mais vai chegar para pagar os oredenados de quem trabalha a sério.

Anónimo disse...

O Presidente e a Vereação deveriam ajudar na limpeza das ruas, praças e dos jardins de Olhão. Só lhes ficava bem, e demonstravam alguma consideração e respeito pelos custos que representam para o erário público. A Vereação é absolutamente redundante, pois o trabalho que os vereadores produzem com ou sem pelouro, pode ser realizado pelos quadros tecnicos da CMlhão e supervisionado pela Assembleia Municipal. O trabalho destas sanguessugas vereadoras deveria ser comunitário, e agora têm a oportunidade de agarrar na vassoura e começar a trabalhar em prole da comunidade que os elegeu. Parafraseando John F. Kennedy , " não perguntes o que o povo de Olhão pode fazer por ti, mas o que podes fazer pelo povo de Olhão"...

Anónimo disse...

alderabões e mentirosos. eu sempre recebi a 25 quando estava no municipio ou aqui. Uns meses paga mais cedo. diz a colega que é por causa do banco. metam-se na vossa vida ou venham apanhar lixo comigo

Anónimo disse...

O GOVERNO APROVOU NESTES DIAS UM DIPLOMA QUE DIZ QUE AS CÂMARAS OU AS EMPRESAS DAS ÁGUAS ESTÃO PROIBIDAS DE DISPOR DAS VERBAS DA RECEITA DAS ÁGUAS ANTES DE PAGAREM 50% DAS RECEITAS MENSAIS ÀS AGUAS DE PORTUGAL E NÃO PODEM CANALIZAR AS RECEITAS PARA OUTRAS RUBRICAS.

POR ISSO A PARTIR DE AGORA A VIDA ESTÁ COMPLICADA PARA A AMBIOLHÃO DEVIDOS ÀS DÍVIDAS QUE TEM. AGORA É QUE VAI VIR TUDO AO DE CIMA.

Anónimo disse...

digam aos amiguinhos do real marina para pagarem o calote que tem da agua,há ambiolhão, pois gastam na piscina e no hotel,e não pagam, e já dá para pagarem uns quantos ordenados.

Anónimo disse...

A Ambiolhão pode ter culpas cartório relacionadas com a sua génese e gestão, mas os verdadeiros maus da fita são as Águas de Portugal, que para além ser uma empresa estatal, do "povo e para o povo", publica portanto, faz contratos absolutamente leoninos com os distribuidores de água locais que não têm hipótese de produzir água. É absolutamente vexatória a posição em que as Águas de Portugal colocam empresas como a Ambiolhão na hora de negociar contratos, consumos e preços. É a prova provada e perfeitamente conhecida em muitos municípios como Olhão de uma empresa publica que negoceia contratos de roubalheira, porque é uma empresa ineficiente e monopolista, com inchaço de boys & girls de todos os partidos e governos, cujos os custos de operação são um insulto a uma moderna gestão do negocio das águas. Acabem com estes negócios estatais da merda. Privatizem e não esperem por quimeras e futurismos coletivistas balofos e irreais!

Anónimo disse...

Afinal pagaram os ordenados, ou não?

Anónimo disse...

https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-9/10462463_10152539570971147_52875https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-9/10462463_10152539570971147_5287559573680447324_n.jpg59573680447324_n.jphttps://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-9/10462463_10152539570971147_5287559573680447324_n.jpgghttps://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-9/10462463_10152539570971147_5287559573680447324_n.jpg

Anónimo disse...

Aqui, quando não se sabe, inventa-se...