quarta-feira, 13 de julho de 2016

OLHÃO: PINA JOGA ÀS ESCONDIDAS!

As empresas municipais foram dotadas de sites próprios como manda a legislação e neles deve ser publicada toda a informação importante para o cidadão anónimo que queira acompanhar a gestão autárquica.
Claro que sabemos que o Pina é avesso à transparência, preferindo jogar às escondidas, sintoma de que algo não vai bem no reino dele.
As empresas municipais têm órgãos sociais, cuja composição devia estar devidamente publicitada, quanto mais não fosse, para se saber que tipo de negociatas políticas se escondem por detrás das nomeações para aqueles órgãos.
O falso partido socialista perdeu a maioria absoluta na câmara Municipal de Olhão, estando, a oposição maioritária representada por dois vereadores do PSD, um da CDU e ouro do BE. Desconhece-se qualquer acordo pós eleitoral, para além daquele que permitiu retirar a presidência da mesa da Assembleia Municipal ao Francisco Leal.
No entanto, constatamos um certa sintonia entre os vereadores do PSD e da CDU com os vereadores socialistas, um facto no mínimo estranho, já que a função dos vereadores da oposição, é fazerem exactamente o oposto daquilo que têm feito, aprovando tudo que o Pina lhes põe pela frente, mesmo que isso seja contrário ao interesses dos munícipes eleitores.
Cochicharam-nos aos ouvidos que o Pina terá nomeado algumas personagens da oposição sem ter consultado o partido que o apoia, para os órgãos sociais das empresas municipais, o que criou um certo mal estar entre os dirigentes locais do partido socialista. Mas também parece, segundo dizem as más línguas, que os nomeados "oposicionistas" terão aceitado sem dar cavaco aos órgãos do partido a que pertencem.
A teia de cumplicidades que se estabelece em torno destas nomeações, a falta de consultas e de transparência, são a prova de que não existe oposição entre vendidos e vendedores, apontando todos no mesmo sentido, a continuação do mesmo tipo de políticas, de aumentos de taxas e impostos e das facturas da agua e resíduos ou das rendas de habitação social.
Segundo a nossa fonte, sem especificar quem aceitou, os nomeados vão compor os órgãos sociais da Ambiolhão e da Fesnima, que vai ficar com a gestão dos Bairros Sociais. Isto num momento em que decorre uma Acção Popular por irregularidades na factura da agua.
Os eleitos locais, particularmente os da "oposição", durante a campanha eleitoral, muito dissertaram sobre a necessidade de uma mudança mas o que assistimos é a continuação da exploração dos munícipes com menores rendimentos, seja na agua ou na renda.
Por outro lado, os órgãos do partido dito socialista, parecem não saber como lidar com as atitude de prepotência, de ditador, personificadas no Pina, quando lhes bastava chumbarem uma proposta do Pina em Assembleia Municipal para que ele percebesse que sem o apoio partidário, cairá de redondo.
Até quando vamos de suportar isto?

6 comentários:

Anónimo disse...

Uma mão lava a outras e as duas lavam a cara, por isso não há oposição do PSD e da CDU ao presidente da CMOLhão.

Anónimo disse...

SÓ JOGADAS E O POVO CADA VEZ PAGA MAIS NA CONTA DA AGUA.
MAS QUE RAIO DE VEREADOR A CDU ARRANJOU QUE APARA ESSAS GOLPADAS DO MOÇO PINA?
JÁ NÃO FALO DO VAIDOSO LAMBE CUS DO PSD.

Anónimo disse...

O mais importante é aquilo que nos une, não o que nos divide; O que nos une? O segredo é a alma do negócio. Vamos deixar a palermagem acreditar no Pai Natal.

Marcio Carrilho disse...

O povo tem que ser unido e não pode só olhar para o seu umbigo. Infelizmente já reparei que em Olhão é o deixa andar.

Anónimo disse...

jogadas politicas para grandes negócios.

Anónimo disse...

Enquanto não aparecer uma equipa em que o povo de Olhão acredite, esta palhaçada não acaba. É mais que altura para acabar com o voto na mãozinha, no pezinho e na foice. Está comprovado cientificamente que os políticos são uma cambada de aldrabões, que ocupam os cargos para se encherem, a eles, à família e aos amigos. Político é sinónimo de TACHISTA!