segunda-feira, 23 de agosto de 2010

7 Maravavilhas de Portugal,a Ria Formosa?Ou a Vergonha dos Parque Naturais?

Para não me criticarem de andar sempre a Falar no esgoto do T da Marina de Olhão e das ETARs que envenenam a Ria Formosa,hoje coloco na Integra um texto retirado do Região Sul on line.
" Pescadores e mariscadores queixam-se do amontoar no lixo na Ria Formosa
Os pescadores e mariscadores da Ria Formosa, em Faro, queixam-se do amontoar de lixo e das descargas de águas poluídas no local, sentindo-se descriminados pela “excessiva” regulamentação para navegarem e a ausência de fiscalização da poluição do espaço.

Televisões, frigoríficos, para-choques de carros, garrafas de plástico e sapatos são alguns dos objectos que se podem encontrar nas margens da Ria Formosa, numa visita ao local com pescadores.

Além disso, segundo os pescadores e mariscadores da ria, é possível ainda ver, em alturas de maré baixa, as descargas provenientes de quintas de suinicultura que "avermelham as águas" e "deixam um cheiro horrível".

"Fazem descargas dos porcos, há dias em que as águas aqui vêm vermelhas. Não sou eu que faço aquilo! A autoridade tem obrigação de conhecer a origem. Aí é que se haviam de preocupar. Não é com o canal pelo qual passamos, ou se andamos com motor ou não", queixou-se à agência Lusa o pescador Constantino.

Já Mário Faustino vai mais longe: "A nós proíbem-nos de andar com o motor ligado e de passar pelos canais principais. Já quanto a isto, que deviam fiscalizar, não fazem nada", afirma.

Em Abril deste ano, foram lançadas novas regras para navegar na Ria Formosa, que proíbem a navegação de barcos a motor, a passagem por alguns dos canais da ria e o fundear na Praia dos Estudantes. Novas normas que podem chegar aos dois mil euros de multa.

"Ninguém chegou perto da gente a perguntar se a gente está de acordo ou não. Disseram-nos só ‘vocês não podem ir para aí com os motores’. Então vamos como? A passo? A remo?", criticou o pescador.

Constantino disse ainda que o único acesso por onde é permitida a passagem pelos barcos é o do Canal do Cano, que “de meia maré para baixo não dá para passar. É preciso ficar à espera", significando uma perda de horas de trabalho para os pescadores.

“Dizem que nós somos terroristas porque andamos de motor, e porque passamos pelos canais… Mas ninguém se preocupa em ver o lixo que está aqui. Eu sou o primeiro a agarrar na minha família e vir para aqui limpar”, afirmou Mário Faustino.

“Ninguém é mais protector da ria do que nós”, rematou, por sua vez, Constantino.

No início do mês, os mariscadores da Ria Formosa lançaram um abaixo-assinado contra as novas regras de navegação na zona, alegando que é vítima de discriminação em relação às embarcações turísticas que podem operar na zona.
(Agência Lusa)
12:00 segunda-feira, 23 agosto 2010"
As entidades oficiais o que fazem nada! Mas tem o descaramento de levar a Ria Formosa ao concurso das 7 Maravilhas de Portugal.

10 comentários:

Anónimo disse...

Os responsaveis do ICNB deviam de se demitir ao não conseguirem resolver os problemas da poluição num Parque Natural como a Ria Formosa. Afinal de contas recebem os chorudos ordenados para quê?
Depois vem botar discurso sobre a morte das Tartarugas,que morrem nas aguas do Algarve.Tenham é vergonha e admitam que o governo não dá dinheiro para gerir o PNRF como deve ser.

L.Rocha disse...

Toda essa gente que refila por a Ria Formosa estar poluída,e por o Polis querer jogar as casaa abaixo da Culatra,praia de Faro, ilha do Farol e Hangares, deviam de ir fazer uma manifestação na 4ª feira pois a Televisão vaio estar o dia inteira no jardim pescador olhanense,a propagandear a Ria Formosa como uma das Maravilha de Portugal,
Vão estar presente a Valentina Calixto do Polis O Leal da CMOlhão e o Macario da CMFaro.era uma boa ocasião de dar umas valentes tacadas de ovo ou de xoxas de velha a essa cambada toda.
Vão só falar bem da Ria Formosa mas a Poluição existente essa vão esconde-la,pois o que interessa é fazer propaganda para que os aprtamento do marina vilage construídos em cima da antiga estrumeira da CMO, se vendam,com artigo de luxo.

Anónimo disse...

OS AUTARCAS DE OLHÃO,DEVIAM DE TER VERGONHA DE IREM A ESSE PROGRAMA DE TELEVISÃO PARA ELEGER A RIA FORMOSA COMO UMA MARAVILHA DA NATUREZA,COM TANTA POLUIÇÃO NA RIA FORMOSA E VÃO ESCONDER O QUE SE PASSA NA RIA? TERNHAM MAS É VERGONHA.A ACABEM COM A MERDA PARA A RIA FORMOSA.

Anónimo disse...

entao os viverista sao os maiores poliudores com os valados que fazem nos vieviros entulho baterias pneus luzalite etc

DO CONTRA disse...

RTP dedica dia de quarta-feira à Ria Formosa
Na próxima quarta-feira, 25, a RTP1 vai dedicar um dia inteiro de programação à Ria Formosa, no âmbito do concurso «7 Maravilhas Naturais de Portugal», de que aquela área protegida é uma das 21 finalistas.

O programa, que se desenvolverá nos períodos da manhã (10:00 às 13:00 horas) e tarde (15:00 às 18:00 horas), será transmitido em directo a partir do Jardim do Pescador Olhanense, na marginal de Olhão, contando com vários convidados ligados à vida social e cultural da ria, bem como às suas problemáticas ambientais.

Artistas, artesãos, gastrónomos, viveiristas, investigadores, autarcas e outros agentes relacionados com o sistema lagunar e sua área envolvente vão passar pela emissão televisiva.

Durante o programa, serão lançadas reportagens sobre a vida na Ria Formosa, entrevistas de rua e «directos» de locais emblemáticos.

A Ria Formosa é uma das 21 finalistas do concurso, na categoria de «Zonas Marinhas». A votação, que decorre desde Março, termina a 7 de Setembro de 2010 e as «7 Maravilhas Naturais de Portugal» serão conhecidas a 11 de Setembro.


Seria bom que todos aqueles que se sentem prejudicados pelas más acções da CMO, da ARH, da CCDR, E da Sociedade POLIS RIA FORMOSA, dasAGUAS DO ALGARVE, etc, etc... aparecessem no programa vestidos de Preto e com faixas a denunciar todas as ilegalidades que se tem cometido contra a natureza na RIA FORMOSA.

a.terra disse...

O problema da Ria Formosa não se resolve com lutos ou outras manifestações de descontentamento. Não significa isto que não se façam. Creio que o sentimento comum aos pescadores, mariscadores, viveiristas e proprietarios das casas nas ilhas, enfim daqueles que vivem da Ria, tem a ver com o ordenamento da Ria. Isto é, o POOC e o POPNRF são contrarios à generalidade dos sentimentos das pessoas e aprovados nas costas delas. Está na altura de se pedir a suspensão e revisão dos Planos de Ordenamento das Areas Protegidas, com a participação de todos.
Os Planos anteriormente aprovados, não foram objecto da Avaliação Ambiental Estrategica, porque o governo, onde esse Nunes Correia, era ministro do ambiente, retardou ao maximo a transposição da Directiva Comunitaria sobre essa materia, para criar um ordenamento permissivo ao trafico de influencias e de terrenos,com regimes de excepção,onde as polulações autoctones são deliberadamente afastadas o seu habitat para ceder lugar ao elemento estranho ao meio.
O POOC condiciona Etars em cima das ilhas mas não as interdita em terra. Se uma Etar nas ilhas despejaria para a costa, em terra despeja na Ria.
Os campos de golfe tratados com nitratos, e a unica monitorização feita assim o indica, no inverno assiste-se às escorrencias superficiais dos nitratos e que provocam a eutrofização da Ria, retirando-lhe o oxigenio.
Os esquemas para aumentar a ocupação, uso e transformação dos solos, levado a cabo sob o signo do POOC viola a Convenção Europeia para o Litoral, e um exemplo disso é o se passa na Fuseta.
As Unidades Operativas de Planeamento e Gestão são outra peça para enganar as populações; então porque não fazem um Plano de Pormenor para a Praia de Faro mas apenas para parte dela? Será por aí viverem os pescadores.
Tanta preocupação com o Dominio Publico Maritimo e a Valentina pode ter a sua mansão em terreno do DMP?
Vamos dizer a esses assassinos da Ria que queremos a suspensão e revisão dos Planos de Ordenamento das Areas Protegidas pela Ria Formosa.

POLVO do ALGARVE disse...

Acompanha em http:polvodoalgarve.blogspot.com
os cambalachos do Polis

Raitxe disse...

«Seria bom que todos aqueles que se sentem prejudicados pelas más acções das mais diversas entidades como a ARH, a CCDR, as câmaras municipais de Tavira, Olhão, Faro e Loulé - que permitiram e continuam a permitir todo o tipo de crime contra a natureza na Ria Formosa - aproveitassem o programa da RTP para manifestar a sua indignação por tais crimes aparecendo amanhã (25 de agosto) no Jardim Pescador vestidos de preto e com tarjas a denunciar todos os crimes contra a natureza cometidos nesta ria com o beneplácito das autoridades que deveriam zelar pela defesa da RIA».

O programa vai decorrer das 10:00 às 13:00 horas e à tarde das 15:00 às 18:00 horas.

Vamos lá todos marafados. De luto por esta luta!!!

Raitxe disse...

só agora percebi que já tinham feito esta sugestão. De qq modo, acho importante, com ou sem luto, que as pessoas que aqui aparecem a comentar, apareçam tb lá amanhã
Seria interessante, por exemplo, distribuir flyers às pessoas com imagens e alguma informação sobre o que se anda a fazer. Embora já esteja um pouco em cima da hora...

Anónimo disse...

De facto a corja de politiqueiros fascisantes, querem apresentar-se de cara lavada, de fato e gravata e com as calças rotas.

Nunca pensei que o Engº Macário Correia acompanhasse estes politiqueiros de baixo nível, ousados e sem vergonha.

Que as pessoas tenham a coragem de se implantarem frente ao edificío onde se encontram esses "bem cheirosos"

Não gosto mas tenho que concordar que essas pessoas estão a pôr em pratica as directrizes do 24 de Abril.(papel químico)

VIVA A FANTOCHADA!

JMateus