quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Olhão deve lutar pelo seu património!- A Feira de S. Miguel



“Quero lá saber do Preço Certo! Eu queria era a Feira de Olhão!” – não sou eu que o digo, ouvi alguém de passagem quando ia pela Rua das Lojas, mas também faço minhas estas palavras.
Depois de 2 anos sem a Feira de S. Miguel, o povo de Olhão começa a pensar que a sua  Feira não foi interrompida, mas sim destruída!
De facto em Olhão realizavam-se duas feiras importantes: a feira de Maio que decorria nos dias 30, 31 de Abril e 1º de Maio e a feira de S. Miguel nos dias 28, 29 e 30 de Setembro.
A feira de Maio deixou de se fazer há mais de 25 anos, mas a feira de S. Miguel ainda se realizou em 2010 e 2011 e dizia a jornalista que a Feira de Olhão estava para durar. Temos pena que os nossos autarcas não se sintam responsáveis por manter esta tradição.
A Feira de São Miguel realizou-se durante mais de 200 anos. 
A própria CMO reconheceu a sua importância (nessa altura interessava mostrar que fazia). Porque é que o Pina e os nossos autarcas, que se dizem defensores das nossas tradições e as querem promover junto dos turistas, deixaram de apostar na Feira de Olhão e promovem outras actividades que não têm nada a ver connosco e são apenas “aspiradores de dinheiro”?
A não realização desta Feira inclui-se num programa de destruição do nosso património cultural, para além de ser também um ataque a uma actividade económica que poderá atrair muitos visitantes. Não dá dinheiro? Claro que dá, e além disso, promove-se o que é nosso.
Vamos ver o que se vai passar este ano! As associações culturais e o povo de Olhão não devem deixar que este evento caia no esquecimento.

5 comentários:

Anónimo disse...

Ele pina acaba com tudo,pois até com a 1ª dama acabou

Rui José Simão disse...

Em tempos idos... lembro-me de alguém prometer (ao povo de Olhão) em campanha eleitoral, "um parque de feiras e exposições" perto do Hotel Real Marina. È verdade, não passou de uma promessa vã!

Zé do Mar disse...

A feira de S.Miguel
Quando eu era Rapazito, Levava o ano inteiro a guardar os tostões, para comprar prendas e brinquedos na feira de S.Miguel, ainda me lembro do deslumbramento que sentia ao entrar na feira, todos aqueles carrocéis, pistas de carrinhos de choque, barracas de venda de brinquedos, circos, a corredoura onde se vendiam os cavalos, vacas e mais animais incluindo os porcos. Seria uma grande mais valia, se a autarquia pusesse de novo em marcha a feira de S. Miguel. estou convencido que o bom senso prevalecerá, e que vamos manter a tradição.

Anónimo disse...

aro amigo devia era criticar o largo da fabrica velha. Enquanto os outros largos têm Estátuas e palmeiras, este tem um lago e como estátua paletes de tijolos. A isto chama-se evolução e qualidade de vida. Brinca-se com o dinheiro dos contribuintes para beneficio de alguns. è uma situação ilegal pq qualquer aletração a um projecto deve passar pela aprovação da camara e aqui nada foi feito. Siga a queixa para a CE

Anónimo disse...

aro amigo devia era criticar o largo da fabrica velha. Enquanto os outros largos têm Estátuas e palmeiras, este tem um lago e como estátua paletes de tijolos. A isto chama-se evolução e qualidade de vida. Brinca-se com o dinheiro dos contribuintes para beneficio de alguns. è uma situação ilegal pq qualquer aletração a um projecto deve passar pela aprovação da camara e aqui nada foi feito. Siga a queixa para a CE