quinta-feira, 20 de julho de 2017

OLHÃO: O MUNDO HOJE AMANHECEU MUITO MELHOR!

As primeiras palavras são de agradecimento para as imensas manifestações de pesar pelo falecimento do meu irmão, camarada, amigo, administrador e autor do Olhão Livre.
Cumprida a trégua para dar lugar à cerimonia fúnebre, voltamos à nossa guerra com mais força e determinação, fortalecidos por alguns acontecimentos que entretanto se desenrolaram de forma cobarde, com epicentro no Largo Sebastião Martins Mestre.
Em tempos, um verme rotulou as crianças pobres de Olhão de ranhosos, porque elas faziam algum roído na Repartição de Finanças, declarações que seriam o bastante para ser corrido do lugar que ocupa.
Desconhecemos até onde vai o Poder deste ranhoso verme que passa mais tempo a beber copos nas tascas dentro do horário de serviço, mas que deve ser muito grande para assim poder continuar a ter comportamentos de risco.
Noutra ocasião, o ranhoso verme, porque um agente da autoridade o autuou, denunciou o estacionamento indevido dos colegas de trabalho e que levaram á multa de alguns deles.
No post onde se anunciava o falecimento do Domingos Terramoto, ver em  https://olhaolivre.blogspot.pt/2017/07/olhao-morreu-domingos-terramoto.html, pelas 07:40 era colocado um comentário cujo conteúdo era o constante no titulo deste post. Com uma diferença mínima de tempo, escassos minutos, o ranhoso verme, fazia publicar na sua pagina pessoal no Facebook, onde se apresenta como assessor de imagem e de imprensa da Câmara Municipal de Olhão, colocava exactamente a mesma frase. Coincidência ou era o ranhoso verme a denuncia-se da autoria do vomito em forma de comentário? Os nosso leitores julgarão, porque pela parte que me toca, não podendo afirmar que seja ele o autor, é essa a minha convicção. Julgava ele que eu não publicaria o vomitado comentário, mas enganou-se.
Um ranhoso verme que se identifica como assessor  da autarquia de alguma forma está a vinculá-la às suas diarreias, já que é o encarregado da divulgação dos actos da mesma. Uma coisa é ter uma página pessoal onde qualquer um pode despejar o que quiser e entender, mas quando essa pagina serve ou identifica o exercício de um cargo publico, são necessárias alguns cuidados, o que não acontece com o ranhoso, por via da impunidade que goza. Porque acontecem estas coisas?
Em Março de 2016, falecia um outro administrador e autor do Olhão Livre, também ele deputado municipal, o que levou a deputada municipal socialista a propor um voto de pesar na Assembleia Municipal de 29 de Abril daquele ano, conforme consta na acta no 256 e que pode ser consultada em http://www.cm-olhao.pt/municipio/documentos/category/264-2016. Ali se pode ler o que o ainda presidente disse a propósito, pronunciando-se contra. O ódio que nutre pelo Olhão Livre é por demais evidente. Tanto mais que ao longo do mandato, em sessões de câmara, se pronunciou pela deportação dos oposicionistas, particularmente os do Olhão Livre. E é esse ódio que transmite aos seus seguidores, que não podendo deportar, andam na caça às bruxas, procurando perfis falsos, quando se deveriam preocupar é com o conteúdo da mensagem que vem desses perfis. O conteúdo incomoda-o tanto quanto o conteúdo do nosso Olhão Livre, que tentou e tenta silenciar.
O presidente da Câmara e as suas hostes andam horrorizadas perante o espectro da perda do Poder e dos tachos, mordomias e privilégios que têm acumulado ao longo dos anos. A Câmara precisa de uma grande, muito grande limpeza.
Olhos esbugalhados e narinas bem abertas, a denotar uma rinite alérgica, talvez provocada pela inalação do pó das persianas, vem sendo uma constante nalguns habitantes de um edifício no Largo Sebastião Martins Mestre. Será necessária uma mudança no serviço de limpeza daquele espaço?
Vamos esperar pelo 1 de Outubro, porque nessa altura poderão tratar-se das alergias do período estival.
Ou o presidente julgava que comprava o meu silêncio, como tentou noutras ocasiões, com o envio de uma coroa de flores? A defesa dos valores e principios estão acima de tudo e nunca poderão servir de moeda de troca seja para o que for.

15 comentários:

Anónimo disse...

Não há flores que calem a razão.

Ismas Olhão disse...

Efetivamente chamam-lhe de guerra e isso está bem patente aqui. A isto não se pode atribuir o nome de defesa da dignidade... não será este o melhor meio! Parece-me que o objectivo está bem patente neste excerto:"presidente da Câmara e as suas hostes andam horrorizadas perante o espectro da perda do Poder e dos tachos, mordomias e privilégios que têm acumulado ao longo dos anos." Não é isto que a suposta "luta", também conhecida por "oposição" procura?! Sim, há por Olhão muitos ranhosos! Mas venha quem vier, com eles não irá acabar.. falta algo! Balls peraphs!!

Anónimo disse...

Infelizmente as idades não perdoam e o tempo passa e Olhão acompanha a democracia! democracia essa que dá o direito á impunidade de alguns lambe cus que ao não respeitarem o óbito se demonstram muito ordinários.Mas a democracia impede que se pague a ofensa verbal a quem ja não se pode defender com uns belos chapadões pelos cornos abaixo como era apanagio dos filhos de Olhão.

Anónimo disse...

O tempo se encarregará dessa zébra.
como diz o povo cá se fazem cá se pagam e não haverá bruxa que lhe valha.
Por muito pó que corra a operação será tão completa completa de modo a nunca mais entrar pó naquelas ventas.

Anónimo disse...

Não há palavras para descrever tamanha sujeira!!!!!

Anónimo disse...

No campo santo, quando se faziam os preparativos para a entrega final, assistimos ao deambular de certa "barata" asquerosa que parecia procurar não sei o quê!!!
Cumpria ordens de seu amo e senhor, com vil afã, pois conforme foi demonstrado em junta médica para mais nada está capacitado, sendo dado como inválido da função pública.

Ismas Olhão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
a.terra disse...

Aqui vem outro ranhoso disfarçado de democrata tentar dar lições de democracia e moral. Sabe o Ismas que uma das partes do conflito nunca esteve aberta ao dialogo, tentando sempre enganar a outra. Obviamente que o conflito degeneraria numa guerra sem quartel. O presidente, a sua corte de assessores e conselheiros, jamais abrirão mão das mordomias e privilégios alcançados, quando estão para servir e não para se servirem, pelo que aliás são demasiado bem pagos, chegando a ganhar mais que um medico nas urgências, que nos salva a vida.
É uma guerra, sim!
O objectivo do post não é tratar da dignidade, da dor ou do respeito que um defunto merece, porque isso já foi tratado nos comentários de resposta ao vomito do comentador e ranhoso verme.
O objectivo é estabelecer a relação e a extensão da quadrilha de parasitas que vivem à custa do erário publico, a sucessão de factos e comportamentos que denunciam a má indole dos ranhosos, a quem, fazendo fé na sua diarreia, se quer juntar.
O blogue é nosso e não dessa cambada de nojentos e como tal publicamos o que entendermos, mas que saiba,mos não deixámos de publicar nenhum outro comentário seu.
Vá à merda!

Anónimo disse...

É uma guerra sim! E quem participa neste blog deve fazer uma pesquisa simples com o nome desse senhor, em nenhuma pagina, organograma, edital, diario da República ou qualquer documento da câmara municipal de olhao aparece o nome desse senhor. Se alguém encontrar que publique. Parece um funcionário fantasma, em que concurso entrou, de onde veio transferido? E a câmara de Olhão fala de transparência? É uma guerra sim, quando há muita gente a viver cá de forma simples e com dificuldades para fazer face às despesas do dia a dia e esse palerma está a ocupar um cargo pago por nós.

Ismas Olhão disse...

Só sustentou a minha ideia! ;) Cordiais cumprimentos.

Anónimo disse...

Vão todos à merda foi o que o Dono Disso Tudo em Olhão desde que deixou de ser moço de recados do cara dura, disse aos se dirigir para as pessoas que questionavam as obras na Praia dos Cavacos e disse bem alto em bom tom a seguinte frase " Vão à merda e se não estão contentes com as obras na Praia dos Cavacos votem noutro!

Anónimo disse...

Será que pagou a coroa de flores ou mandou apontar numa barra de gelo como faz às flores que todos os dias quer na secretária?
As pessoas e empresas que tem os calotes é que não podem abrir a boca caso contrário seria o bom e o bonito.

Anónimo disse...

E por sinal muitas pessoas irão mesmo votar noutros. Os sinais da mudança vão-se finalmente fazendo sentir...

Lima Nascimento disse...

Pois eu nao me calo.Um ano depois d
a Requalificacao da Quinta das Ancoras onde os estragos da minha moradia somaram 10.224€ e ate hoje a CMO nao me pagou,espero sinceramente que este Presidente vá de vez nas proximas eleiçoes e leve com ele a Dra Esmeralda que se promoveu com a dita requalificaçao,a maravilhosa comissão da CMO nas pessoas,Eng Rui Evaristo,Eng Carlos Lopes,Eng Tomasia que me enxovalharam na rua e no mesmo barco podem levar tambem o Eng Frustação o Laranjinho,que só lá está porque a mãe é madrinha do dono disto tudo.Teresa

Anónimo disse...

Que Domingos Terramoto nos dê a esperança de um novo amanhecer, a justiça seja feita e a democracia seja reposta.
O ditador usa o cargo de presidente para dar ordens aos militantes do PS e manipula o totó do Eusébio para manipular o PS e usa o PS para manipular o povo. Ditador.
O presidente da câmara quer que todas as mulheres socialistas de Olhão votem na esmeralda Ramires para presidente das mulheres socialistas do Algarve. O presidente da câmara? Olha que bem!onde está a democracia? A CPC vota contra o presidente da câmara para continuar e o totó do Eusébio manda a CPC dar banho ao cão e o presidente da câmara é o presidente do PS. Á o presidente é a esmeralda Ramires mas essa não conta porque andou a trair tudo e todos como sempre vez. Uma vendida como o seu camarada Custódio Moreno, que só se lembram que os outros existem na altura das eleições. O melhor é quando o presidente da câmara fala mal dos seus camaradas. Isto é uma democracia da Pina colada no PS de Olhão.
Pina colada ou colada Pina a certeza é que a bagunça está armada e os militantes vão se demitindo porque não querem o Pina.