quarta-feira, 26 de junho de 2013

OLHÃO: OTARIO FURA-GREVES


Amanhã dia 27 será Dia de Greve Geral, para a qual desde já apelamos a uma participação maciça dos trabalhadores, mas que ainda assim não deixou de ser convocada uma Assembleia Municipal, o que diz bem da cumplicidade dos autarcas socialistas com este governo completamente fascista.
O otario do vídeo é vice-presidente da Câmara, socialista e candidato à sucessão e nesta entrevista, inserida na campanha eleitoral, diz tanta asneira, que as mesmas pagassem impostos o ordenado pago por todos nós, não chegaria para os pagar.
António Miguel Pina fala de tudo menos das pessoas, da população residente, o capital mais precioso e a verdadeira razão de ser da sua representatividade. Não defender os interesses da população, antes pelo contrario, é merecedor da sanção eleitoral, que só não existe pela omissão da comunicação social, das instituições como a Inspecção Geral de Finanças ou os Tribunais, jogando com o desconhecimento da população.
Quando defende a edificação de um eco-resort na Ilha da Armona, esquece que tirando a área concessionada à Câmara, no resto da ilha não é permitida a edificabilidade, e não é pelo facto de as casa serem construídas em madeira que tal é possível, tendo a ver com outros factores. Mas ainda assim, pergunta-se no que iria beneficiar a população com este turismo para alem do valor residual dos salarios. Não seria melhor que este otario acabasse com as fossas e ligasse as águas residuais à rede de saneamento básico,que até passa lá?
Quanto à Marina o autarca deve ter grandes interesses a defender, não pelas razões invocadas, mas por outros. Daquilo que temos observado, os donos dos barcos estacionados na Marina, em regra, chegam de carro, entram no barco e quando acaba a passeata, regressam a casa, da mesma maneira como chegaram. Não significa que alguns não gastem dinheiro nos restaurantes da cidade mas sem expressão. Então o que vem defender o cretino? Porque não diz que a Câmara Municipal de Olhão aprovou um loteamento em terrenos que são do IPTM, sem o ter consultado?
A captação de investimento para Olhão, seja ele em que área for, tem a ver com as nossas potencialidades, algumas delas naturais. Mas se não há investidores, a Câmara e o candidato, não têm a obrigação de promover o associativismo e dar-lhe um apoio efectivo, que não de retórica, e promover a produção. Não deve a autarquia, juntamente com os produtores, ajudar à venda dos produtos no exterior? Então se temos proprietarios, porquê substitui-los? Têm é que ser ajudados a desbloquear as dificuldades, de financiamento, de dimensão, de modernização e de escoamento dos produtos, coisa que a autarquia nunca fez.
O desplante vai ao ponto de dizer que a empregabilidade é responsabilidade dos empresários que não da autarquia, mas e entaõ, os investidores já são responsabilidade da autarquia?
Até que chega o momento de defender o abate da frota de pesca, que não a sua modernização. Porque será então que a Câmara criou um gabinete de "apoio" ás pescas? Para arranjar emprego para algum boy? Vê-se mesmo o que este rapazinho pretende para Olhão. Acabar com a pesca? Bandido!
Sobre a ETAR Poente de Olhão, construída pela Câmara Municipal de Olhão e que só em 2005 foi entregue à Águas do Algarve, o homem defende a "recusa" do pagamento da factura do saneamento básico, algo objecto de uma recomendação feita por um deputado municipal da oposição. Mas como predomina o vazio de ideias, o idiota vem tomar uma posição de força eleitoralista. Porque não executou, então a recomendação feita há meses? E o cidadão deve pagar a factura de saneamento quando a Câmara tem esgotos directos sem qualquer tratamento?
O parvalhão vem defender o principio do utilizador-pagador como desculpa pelo roubo que é a factura da agua, avançando com a ideia do agravamento do tarifário, com a desculpa da falta de investimento para a manutenção da rede, podre. O que acontece é que apesar de, e vangloria-se disso, ser da área de gestão, o menino esquece que todos os anos são apresentados como custos e portanto deduzidos, as depreciações das infra-estruturas, dinheiro esse que deveria ser reinvestido. Tal como vem sendo pratica, esta cambada de bandidos, gastam o dinheiro em tudo e mais alguma coisa e depois não há para aquilo em que deveria ser aplicado. A seguir, como o roubo é pouco, faz-se mais um assalto!
E muito mais se poderia dizer sobre o resto, mas o texto já é demasiado extenso, e fica à apreciação dos nossos leitores, da incapacidade deste candidato ao próximo e único mandato como presidente.
VIVA A GREVE GERAL DO DIA 27!
REVOLTEM-SE, PORRA!

4 comentários:

Jose Manuel Justo disse...

este artista parece que descobriu agora a formula magica de trazer a rota turistica para Olhão é só basófias cada palavra que diz ainda se enterra mais mesmo que nada diga em prol do tal turismo olha miudo aposta mais no que tens na tua terra que é o setor pescas e afins como por exemplo criar um museu das conservas e pesca a seguir podes fazer esse tal turismo eco nas ilhas mas primeiro procura uma solução para a etar ao ar livre e as descargargas que dela vem diretamente para a Ria Formosa .

Unknown disse...

Então porque não acabam de vez com esse moleque de meia tigela??!!
Porque não alertar a população dos bairros sociais que eles compram com latas de tinta, microondas, torradeiras...
O PS de Olhão não vota nesse moleque, mas sim no partido PS e mais alguns lambe botas que querem uns tachinhos do amiguinho...
Porque não divulgam os cambalaches que tem feito para ele, amigos e familiares???!!!

Luis Pedra disse...

essa avetesma di pininha, quando fala só sai merda.o papá não lhe ensinou que o calado ganha sempre,basta sorrir....

Rochinha disse...

Da merda que sai não T não fala esse escroque.
se a lógica é do utilizador pagador porque razão tenho de pagar as fortunas do festival do marisco?pois as borlas nesse festival são em maior numero do que as pessoas que pagam.