quarta-feira, 12 de março de 2008

A ASAE AO ATAQUE

Já não é a primeira vez que a ASAE ataca um dos produtos tradicionais de Olhão sem que a autarquia se manifeste. O mercado do peixe lá vai sofrendo a visita dos senhores todos poderosos que multam e mandam retirar do mercado produtos tradicionais como o "litão".
A salga e seca é um método bastante antigo de conservação do pescado e que, ainda hoje, é utilizado para secar os saboros "litões" assim como as ovas de polvo. Proibir a sua comercialização é o mesmo que proibir a comercialização de outros produtos tão tradicionais comos os figos secos, torrados, cheios, etc.
Todos nós queremos uma segurança alimentar mas não se pode pura e simplesmente acabar com os produtos tradicionais só porque não transmitem a segurança que os senhores da ASAE entendem.
O apetitoso bacalhau é um produto da salga e seca tal como o "litão". Hoje em dia essa seca processa-se em fornos próprios e o sabor do bacalhau já não é o mesmo de antigamente. As quantidades de bacalhau seco não tem nada a ver com a quantidade de "litões" que se seca. Será que os senhores da ASAE querem que para meia dúzia de "litões" os comerciantes adquiram fornos próprios?
Qual a atitude da autarquia? Ficar calada, consentindo na exterminação de um produto tipico e tradicional que faz honras à mesa dos olhanenses no Natal? Cabe à autarquia defender os interesses dos munícipes e a manutenção dos produtos tradicionais.

3 comentários:

L.Ochoa disse...

Qualquer dia a ASAE determina que não se pode beber do gargalo das garrafas porque poderá vir, eventualmente, a transmitir micróbios..
E ainda nos obriga a comprar umas palhinhas ultra-especiais, sintéticas, pasteurizadas, herméticas e higienizadas...
Jasuuuus...
Eu calculo a cara e o desalento dos pescadores e gente que toda a vida trabalhou assim com o Litão e outro tipo de peixe...
Às falcatruas milionárias não anda a ASAE á cata...
---------------------------------
Ora aqui vai uma receita a calhar:
Litão à Moda de Olhão

O litão é um peixe seco muito consumido em Olhão para a ceia do Natal.
Lava-se o litão e deixa-se demolhar durante 1 dia com algum sal.
Num tacho, dispõe-se em várias camadas sequenciais:
1º- um pouco de azeite, cebola, dentes de alho picados, salsa, pimento cortado aos quadrados, tomates sem peles nem sementes, um pouco de folha de louro;
2º - batatas cortadas às rodelas;
3º - litão.
Repete-se esta sequência 2-3 vezes.
Tempera-se com sal e pimenta, acrescenta-se muito pouca água, tapa-se o tacho e deixa-se cozer.

Ingredientes para 8 pessoas:
meia dúzia de litão seco (cerca de 250gr)
3-4 cebolas
4 dentes de alho
2 pimentos verdes
1 folha de louro
salsa
4 tomates maduros
0,5 dl de azeite
500 g de batatas
sal e pimenta qb.

Paulo disse...

"Cabe à autarquia defender os interesses dos munícipes...". Qual??? A de Olhão???? Naáááa

Anónimo disse...

pois mas se as pessoas que estão na autarquias ,se interessasem pelos usos e costumes de olhao,vinham em defesa desta pessoa reformada e pediam explicações a ASAE porque queimou os litões se não estavam impróprios para consumo?mas por outro lado a autarquia, promove e acho bem outra tadição antiga de olhão que é a vila de ameijoas, entregando a exploração de um stand da expomar a uma associação (ou a uma pessoa)que em vez de lutar contra a poluição na ria,está mais interessada em fazer contratos pouco claros com camara.caso do transporte do lixo da harmona para olhao( qual o preço de tal transporte alguém sabe)não haverá outras empresas interesadas em concorer?haverá concurso publico? ou o contracto é em troca desta associação não levantar ondas? tais como a poluição na ria.