domingo, 16 de março de 2008

A REQUALIFICAÇÃO DA 125 E A VIA DO INFANTE

Os "socialistas" já vieram a terreiro defender o seu mentor: "portagens na Via do Infante, isso é uma mentira da oposição". Alguém vai ter que pagar os 150 milhões que o governo pretende gastar na 125 e é natural que nesta legislatura não tenha coragem de lançar as portagens proque as obras ainda não se iniciaram e só lá para 2010, portanto, na próxima legislatura é que ficarão prontas.
Habituados como os portugueses estão ao que hoje é branco, amanhã é preto, dá para perceber que quando dizem que não serão lançadas as portagens nesta legislatura, o significado que tem é de que na próxima legislatura teremos que pagar, o resto é conversa da treta do P"S".
Os socialistas acham que as 64 rotundas serão alternativa à Via do Infante. Nem mesmo com uma redução significativa do número de carros a circular por falta de dinheiro para o combustível, será alternativa.
Mas vamos ver, até ao lavar dos cestos é vindima e a continuar assim, com a atitude fascizante deste governo, com a luta dos professores, da função pública, com o POLIS da Ria Formosa e ainda mais essa da Via do Infante, é bem provavel que os olhanenses e os algarvios expressem o seu voto em sentido contrário, se é que vão participar nessas eleições.

9 comentários:

Anónimo disse...

Olhão precisa urgentemente de uma circular, estamos em 2008, a cidade cresceu para norte de uma forma desordenada e sem criar alternativas de circulação. Aprovaram-se diversos loteamentos, uns ligados a outros e agora quem quer ir do centro de saúde para a fábrica do sal, tem que passar por um caminho com 3,50m de largura e sem condições, para não falar da largura reduzida de certos arruamentos recentemente construídos na zona.

ol disse...

Pois é, Olhão cresceu para norte, para cima da CHASFA e aquela estrada que passa ao lado da escola Carlos da Maia é própria de um país do terceiro mundo. Se olharmos para Olhão com olhos de gente, constatamos que tirando as três avenidas, 5 de Outubro, da República e Bernardino da Silva, nunca mais se fizeram avenidas dignas desse nome. Por outras palavras, Olhão parou no tempo e isso deve-se às câmaras socialistas que sempre dominaram a cidade...

Anónimo disse...

não demorassem o tempo que demoram alguns!!!!! loteamentos para serem aprovados na cmo e ja essa estrada certamente teria dimensoes de 1º mundo.com o françês de mario lino ...c'est la vie mon amie...

Anónimo disse...

queres um loteamento aprovado? inscreve-te no ps,ou então faz parte da comissão de honra de apoio ao presidente leal.não acreditas então investiga!ou pergunta ao dono do monte caeiro,sabem quem é?investiguém!

MAria disse...

Como foi referido no fim deste post muita gente tem um grave problema en votar que se chama PREGUIÇA.Este comentário é dirigido aos que não participam nas eleições. Gostam é de ficar em casa com o rabinho colado ao sofá. Vejam lá se perdem a vergonha e vão votar (NEM QUE SEJA EM BRANCO). É um dever do povo e uma falta de respeito a todos os que lutaram para podermos ter esse direito.

Anónimo disse...

Não duvidando que haja gente com preguiça de participar nos actos eleitorais, também não é menos verdade que a prática dos partidos, mais pelos seus dirigentes, tem conduzido a que os cidadãos deste país se afastem da participação politica. o lugar comum dos políticos, é o "tacho", é a promoção para uma qualquer administração. Aqueles que da facto produzem alguma coisa neste país vêem-se espezinhados, espoliados dos seus direitos e só vêem os direitos e as benesses dos políticos a crescerem. Todos nós já estamos habituados a que durante as campanhas eleitorais se façam toda a sorte de promessas que depois não são cumpridas.
Acabe-se com as mordomias dos políticos, aposte-se verdadeiramente na transparência. Acabe-se com o sigilo bancário, publique-se na íntegra os interesses dos políticos à chegada e à saída dos lugares. Aposte-se numa maior justiça social e não é cobrar aos mesmo aquilo que de errado se faz no dia a dia. Perdoam-se 9 mil milhões de euros às operadoras de telecomunicações para depois de andar a distribuir computadores, apenas para conquistar votos, mas esses 9 mil milhões saem dos bolsos de todos nós, os que contribuímos para que o estado funcione, etc, etc...Talvez assim os cidadãos voltassem a acreditar que vale a pena votar...

Maria disse...

E ir votar em branco mostrando que não se está de acordo não é errado. Na minha opinião é uma forma de mostrar que se está preocupado com quem vai para o poder, mas que não tem opções para votar (quem não as tem) ou não está eclarecido e aí mostra-se (nem que seja nas sandagens) que as pessoas não estão satisfeitas. Ficar em casa e não ir votar confude-se com os que ficam em casa porque lhes aborrece ir votar é muito diferente. Será porque é mais cómodo ficar em casa. Há que agir também e não só reagir.

costa disse...

como autor deste blog, e vendo a vitalidade que alguns assuntos começam a ser comentados,começo a aperceber-me que as ideias dos autores deste blog não são unicas, e muitos cidadões partilham da mesma maneira de pensar alguma coisa está mal, nesta cidade e neste paìs e é preciso mudar as mentalidades, para alguma coisa mudar.Partilho da opinião da maria, ficar em casa ,e não ir votar é passar um cheque em branco a quem sempre nos tem governado e quanto a mim mal.Localmente devemos apontar aquilo que está mal, e dar-mos as nossas soluções,quem não concordar tem todo o direito em se manifestar.A democracia que eu defendo é assim!

Anónimo disse...

A circular é importante sem duvida, o pior é o traçado existente para essa circular passar literalmente por cima de dezenas de casas, incluindo a minha, por isso existe urgência num estudo de um novo traçado para evitar arruinar a vida as pessoas que construíram as suas casas com muito sacrifício.
Mas isso será pedir muito?