quarta-feira, 6 de abril de 2016

OLHÃO: MARINHA FECHA OLHOS AO CRIME NA PESCA DA SARDINHA!

Imagem relacionada
Como já denunciámos, e continuaremos a fazê-lo, enquanto a Marinha persegue os pescadores portugueses, os espanhóis vão cometendo crimes atrás de crimes, na pesca da sardinha.
Anteontem estavam cerca de trinta embarcações espanholas, ao largo de Tavira, utilizando vários focos de luz, parecendo tratar-se de uma cidade flutuante, enquanto aos pescadores portugueses não são permitidos mais do que três focos. Mas nem com tanta iluminação, a Marinha consegue descortiná-los, muito provavelmente porque gastaram o dinheiro todo na compra de submarinos, para satisfação de algum almirante de agua doce, mas não tem dinheiro para comprar um simples programa informático para detectar quem pesca ilegalmente nas nossas aguas.
As embarcações espanholas utilizam redes de malhagem mais pequena do que se usa em Portugal, apanhando tudo, desde sardinha recém nascida, não respeitando a calibragem do peixe. Se fosse uma embarcação portuguesa a cometer tal crime, estava obrigada a jogar fora o peixe capturado e sujeito a multa.
Qualquer daqueles barcos espanhóis apanha, em média, seis toneladas de sardinha enquanto os pescadores portugueses não podem exceder os cento e cinquenta quilos, quarenta vezes menos que nuestros hermanos.
Que raio de politica é esta? Quem celebrou o acordo transfronteiriço, uma porta aberta para o saque e rapina dos nossos mares? Quem foram os governantes que venderam o País a retalho? Que raio faz o governo de António Costa que não manda a Marinha perseguir os barcos espanhóis?
A União Europeia, muito preocupada com o facto de os portugueses serem os maiores consumidores de peixe da União e as capturas virem a diminuir, aponta como solução a aquicultura, pelo que o governo português elaborou um Plano Estratégico, mesmo sabendo que as hipóteses de sucesso da aquicultura em mar aberto na nossa costa é uma miragem, obrigando a elevados investimentos, raramente compensatórios.
Mas será que a União Europeia está realmente preocupada com o consumo de peixe dos portugueses, ou antes,procura apenas acautelar os interesses das grandes potencias pesqueiras?
A pesca de cerco em Portugal, há uns anos atrás, obteve um rotulo ecológico internacional, precisamente porque a sua forma de proceder, permitia a libertação das espécies juvenis. Como tal contrariava o tipo de pesca predadora dos espanhóis, estes pressionaram a União Eurpeia, e conseguiram retirar-nos o rotulo ecológico e substituiram-no pela designação de sardinha Ibérica, o que levou à fixação de quotas conjuntas.
O sistema de venda de pescado na Espanha é muito diferente do nosso e aberto  a toda a sorte de habilidades para facilitar a vida aos pescadores espanhóis. A titulo de exemplo, podemos dizer que sendo proibida a captura da pescadinha-de-rabo-na-boca, cobrem as caixas com verdinho, uma espécie muito mais barata, mas têm o cuidado de avisar o comprador. E assim se vende pescadinha como se fosse verdinho, para efeitos estatísticos, claro. E com a sardinha passa-se algo semelhante.
E se por agora é assim, a ir por diante a criação do Mar Europeu, então a nossa frota e os nossos pescadores não terão a mais pequena hipótese de sobrevivência.
E que faz o governo português? Denuncia junto das autoridades comunitárias as praticas criminosas da pesca espanhola? NÃO! Mas também não protege os pescadores portugueses quando celebra acordos que permitem o saque e rapina dos nossos recursos e condena os nossos à fome e miséria.
Os pescadores portugueses devem exigir o fim do acordo transfronteiriço!
Por outro lado, todos os anos a Câmara Municipal de Olhão, assinala de forma demagógica, o dia do Pescador Olhanense, mas está muda, não sendo capaz de tomar uma posição em defesa dos mesmos pescadores que diz homenagear. Será preciso que o presidente tenha uma traineira para se manifestar? É que não nos devemos esquecer que só se lembrou das demolições quando tocou à sua casinha na ilha ou que só se lembrou dos viveiros quando sentiu o cu a arder sob o espectro de o perder no leilão que aí vem?
REVOLTEM-SE, PORRA!


5 comentários:

Anónimo disse...

Se a Marinha fecha os olhos é porque tem pela frente uma fortíssima luz política, até prova em contrário.Antes dos olhos abri a mente e Sejam Felizes.

Anónimo disse...

A democracia é a melhor forma de reger uma sociedade, dependo de quem domina, de quem ganha. Que pensar, que fazer quando bandos de vigaristas se entendem entre si, para dominar e ganhar à vez, numa simulação a que chamam " democracia"? A democrática ditadura de Singapura dá muitas soluções que tiram dúvidas a um qualquer baralhado.

Anónimo disse...

Enquanto a frota espanhola de noite e de madrugada, saqueia as nossas aguas à vontade os barcos da marinha dormem na docapesca em Olhão.quando sai para o mar é logo avisada por espiões do costume.
Será que tem ordens do ordens do governo?

Salsa disse...

Fico triste com esta noticia. Apetece-me mandar para as mães deles todos os que apoiam os politicos traidores deste país.

Só tenho esperança que um dia nós deixaremos de olhar para os nossos interesses pessoais e abramos os olhos para quem são os nossos inimigos e traidores.

alfredo salgado disse...

Nós somos covardes por isso estamos nesta situação críticamos uns aos outros em vez de nos unirmos