quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

OLHÃO: PRESIDENTE DE CÂMARA BOATEIRO


António Miguel Pina, presidente da Câmara Municipal de Olhão é um boateiro, comprovado, mas vem mandar cartas de natal aos munícipes tentando vender gato por lebre.
Foi o presidente da Câmara Municipal, e assumi-o em sessão de Câmara, que mandou para a comunicação social regional um texto onde dava conta da nomeação dos gestores das empresas municipais, à revelia destes que recusaram o "brinde". Quem assim procede não passa de um boateiro e António Pina, é-o!
Mas numa coisa tem o Pina razão quando diz que a falta de informação dá lugar ao boato e a contra-informação. De facto a Câmara Municipal de Olhão não dá informação que deveria dar como está obrigada por força da Lei e em lugar de fazê-lo trata de desinformar e contra-informar.
O presidente na missiva que envia aos munícipes trata de os informar sobre o montante das dividas do grupo Câmara Municipal de Olhão, mas não diz onde, como e porque se criou essa divida.
Refere, por exemplo que deve à Ambiolhão mais de dois milhões, mas não diz que a Câmara anulou o valor dos contratos-programa quase no mesmo valor, o que elevaria a divida à empresa municipal em cerca de quatro milhões.
Também apresenta uma divida de mais de onze milhões para investimento, o que vem confirmar aquilo que há muito dizemos, de que gastaram o dinheiro como quiseram e entenderam e nunca se preocuparam em acabar com os esgotos directos para a Ria Formosa e que estão na origem da imensa crise social que o Povo de Olhão vive.
E "esclarece" que a divida da Ambiolhão à Águas do Algarve se situa nos doze milhões, mas não explica como é que este caldinho foi arranjado. A Ambiolhão, segundo a Câmara Municipal, começou a funcionar em Julho de 20011 e o de 2013 ainda não está acabado, ou seja, passaram-se apenas dois anos sobre a entrada em funcionamento da Ambiolhão. Como a media de facturação anual da Águas do Algarve é de cerca de três milhões e meio, apesar de não se justificar, a divida seria de sete milhões. Assim, a Câmara Municipal transferiu uma divida que era sua e que os munícipes já tinham pago, para a sua empresa municipal. Faltam explicações que o ditador com calcanhares de barro não dá.
Omite que em 2007 a Câmara Municipal emitiu, no sistema informático, uma facturação de agua relativa ao período de Janeiro a Outubro, que não anulou nem emitiu nota de credito, tendo transitado aquele montante, como divida dos munícipes para a Ambiolhão. Quem pagou ardeu com o dinheiro e quem reclamou não pagou. Uma Câmara seria, teria devolvido o dinheiro cobrado indevidamente à população.
Quanto à reorganização de serviços, António Pina, estejam descansados que não lhe chamo palhaço antes artista de circo, vem dizer que alterou o organograma dos serviços, justificando-se numa politica de redução de despesa e de equilíbrio financeiro, o que não corresponde à verdade, uma vez que está implícito no Estatuto do Pessoal Dirigente das Câmara Municipais.
O que António Pina não diz, é que já em 2013 estava obrigado à redução do organograma e não o fez, e que as chefias que receberam remunerações indevidas deveriam restituir ao Município o dinheiro que levaram a mais.
António Pina não age nem reage, MENTE, OMITE E FALA PELOS COTOVELOS. É a grandiosa experiência autárquica do aprendiz de presidente.

5 comentários:

Anónimo disse...

Quem arranjou esse caldinho da comunicação à Comunicção social e a publicação no site da CMO , sobre as empresas municpias, foi o seu amiguinho unha com carne que mete agua pla popa.fala tanto mal dos viveiristas de faro, mas teve de ir a fare anrrajar uma espécie de conselheiro que só sabe dar tiros nos pés.
Não sei o que faz tanto amor por um leitor de contadores,que abda sempre a laurear a pevide,com o clâ pulga, será que lhe dá lições de brasileiro?

Anónimo disse...

Andar a gastar dinheiro publico, com acusações de boatos quando ele é o boateiro mor?
tenha mas é vergonha na cara de deixe de encobrir, os amigos que deram cabo da ria,com os negocios do berbigão.
Já agora tenha vergonha na cara e retire as bancadas de ostras infectadas de virus,vindas de França, dos terrenos ocupados na zona da Fortaleza.

Anónimo disse...

Onde anda a oposição? Oh Cruz ja te calaram? Ainda tive alguma esperança em ti mas estou a ver que te falta coragem ou ja arranjaste tacho para quem te apoiou? Faz qq coisa homem! Da o lugar ao CoCo e corre com o gordo da assembleia. Mamagem gorda.

Salpicos Romã disse...

Cada vez mais me convenço que estes gajos porreiros como António Pina com paleio e mentira na boca é que se safam. O que interessa é o socialize o resto dá muito trabalho! E trabalho já sabemos não é com ele.

Anónimo disse...

Não sei como raio consegue a Câmara saber quanto deve, só no meu caso desapareceram mais de 35.000 euros em facturas que não estão contabilizadas nessas dividas que a camara fala que tem, facturas que foram simplesmente rasgadas para não se contabilizarem e como eu, conheço N casos iguais.