sexta-feira, 18 de abril de 2014

OLHÃO: FAVORECIMENTO NA AMBIOLHÃO?


O Jornal do Algarve, edição em papel, desta semana, dá à estampa a noticia sobre prováveis favorecimentos no concurso para administrador financeiro da empresa municipal Ambiolhão.
Para quem acompanha estas coisas, sabe que foi "vencedor" deste concurso o cunhado do aprendiz de presidente da Câmara Municipal de Olhão e cumulativamente, também presidente da Ambiolhão, num processo que envolve vereadores da pretensa oposição. Quem diria, heim?
E porque o Jornal do Algarve o publicou, daqui lhe endereçamos os nossos parabéns por não se curvar perante o poder despótico das lideranças autárquicas, até por sabermos que o Jornal vai perder algumas oportunidades de negocio com a autarquia, mas que ganha com a simpatia dos leitores.
Ao mesmo tempo, esta publicação faz-nos pensar na falta de transparencia que envolveu todo o processo do concurso desde o inicio e também o conselho de administração da Ambiolhão.
É que o conselho de administração a ser serio e isento teria feito publicar no Jornal do Sporting Clube Olhanense o anuncio do concurso e se não o fez, lá saberão das suas razões, indicia uma tentativa de esconder do Povo de Olhão aquilo que degeneraria em mais um cambalacho dos autarcas socialistas ao qual se misturaram alguns "opositores".
De qualquer das formas, mesmo não querendo publicitar no único jornal de Olhão que reúne condições para as publicações obrigatórias, mal se compreende as razões que levaram a publicitar num jornal do barlavento, precisamente o Barlavento, quando tinha outros de informação regional de maior proximidade e quiçá com mais leitores locais. Parece pois, que até no acto da publicitação, o conselho de administração da Ambiolhão presidido pela cunhado do "vencedor", tentou esconder a realização do concurso. E questiona-se porquê aquele periódico e não este?
Porque o assunto vai ter novos andamentos, exortamos os nossos leitores a lerem o conteúdo do jornal e a contribuírem com os comentários que tiverem por bem no sentido de não deixar morrer esta escandaleira, com custos para o Povo.
Manter a pressão sobre o Poder, exigindo TRANSPARENCIA na administração publica, particularmente no que se refere à gestão dos dinheiros públicos, é um dever e uma obrigação de todos nós, porque somos todos nós que estamos a pagar os efeitos dos gamanços públicos, através dos cortes nos salários, pensões, no IMI, na factura da agua com o consequente empobrecimento do Povo.
REVOLTEM-SE, PORRA!

3 comentários:

Anónimo disse...

O poder de desinformação
O jornal do algarve é de sotavento
Revoltem se porra contra as mentiras publicadas neste blog

Salpicos Romã disse...

Muito bom!

Anónimo disse...

O jornal do barlavento foi onde foi publicado o anuncio do concurso ?
O jornal do Algarve, faz eco do inquerito da Judiçiaria para os cambalhaços da Camara? julgo que é assim a verdade ?