domingo, 22 de maio de 2011

S.O.S.Ria Formosa. Existe protecção da Ria Formosa?


Ria Formosa: Criação do Parque natural agravou problemas
22-05-2011 13:07:00

O excesso de burocracia, a falta de dragagens e a poluição são os problemas que mais se agravaram desde a criação do Parque Natural da Ria Formosa, em 1987, acusa Américo Custódio, presidente de uma associação local de viveiristas.

ria-formosa-esteiros.jpg
Ver Galeria

Os cortes orçamentais e a redução de funcionários também não trazem boas perspetivas para a conservação daquele sistema lagunar situado entre a Quinta do Lago e Cacela Velha, considera o dirigente da Vivmar.

"O parque não tem meios financeiros, técnicos e humanos para gerir grande parte dos assuntos que tem em mãos", refere Américo Custódio à Lusa, sublinhando que a estrutura é neste momento "uma casa desarrumada".

O parque - que abrange cinco concelhos e 60 quilómetros, ao longo dos quais se estende um cordão de ilhas e penínsulas arenosas -, foi criado há 23 anos, detendo anteriormente o estatuto de reserva natural, instituído em 1978.

É na Ria Formosa que nasce e se desenvolve boa parte do marisco e dos bivalves comercializados na região, sobretudo na área do Sotavento, entre ostras, amêijoas, berbigões e lingueirão.

Para o líder da Associação de Viveiristas e Mariscadores da Ria Formosa (Vivmar), a situação da ria "está pior" desde que o parque foi criado, havendo agora mais poluição e mortandade das espécies e maior degradação dos canais.

"A única coisa boa que aconteceu foi a proibição da caça dentro da ria", esclarece, antevendo que a redução dos orçamentos para as entidades públicas vai "dificultar ainda mais" a gestão da ria.

Em declarações à Lusa, Nélia Alfarrobinha, da Quercus/Algarve, reconhece que o núcleo da organização ambientalista a que pertence recebe "imensas queixas" da população, que por vezes se depara com "dejetos a boiar na ria".

"Há falta de meios financeiros para manter e continuar as ações iniciadas há alguns anos", refere a ambientalista, que lamenta que o parque esteja "numa situação crítica", pois assim também não consegue implementar ações.

Para Nélia Alfarrobinha, a melhoria na gestão da Ria Formosa poderia passar por uma reestruturação do plano de ordenamento do parque de forma a resolver os problemas que afetam sobretudo os viveiristas, que sobrevivem da ria.

Já Américo Custódio defende a extinção de alguns dos organismos que tutelam a ria, que são neste momento cerca de cinco, o que causa ainda maior desorganização.

"Não existe o cadastro dos viveiros existentes na ria, não se sabe ao certo quantos são nem quem são os proprietários", conclui.

A Lusa tentou obter uma reação da direção do Parque Natural da Ria Formosa mas tal não foi possível até ao momento.

Nota do Olhão Livre: Esta Noticia foi retirada do Observatório do Algarve.

Quem conta a verdade não merece castigo, mas quem oculta a verdade devia de responder,na justiça, por ocultar todos os crimes que se fazem contra a natureza e a Biodiversidade na Ria Formosa, e contra as cerca de 10 000 pessoas que dependem da Ria directa ou indirectamente.

O Olhão Livre tem denunciado uma série de crimes, que se passam na Ria Formosa desde a poluição que cada vez é maior, a introdução de espécies exóticas, que são altamente invasoras, como a amêijoa Japónica e a ostra Crassostrea Gigas( importadas de Espanha e França), a falta de dragagens pontuais e não de 10 em 10 anos como se tem tornado habito fazer, a aprovação de projectos urbanísticos , a grupos poderosos ou a amigos do regime,em terrenos do Domínio Público Maritimo. Mais s grave ainda é que Polis Ria Formosa que devia ser um programa de renaturalização da Ria Formosa tenha estado a servir para crimes ambientais, que nos últimos anos a ARH através do programa Polis Ria Formosa,e usando dinheiros públicos tem levado a cabo, sem estudos nenhuns, e outros encomendados a pedido e fora de horas. Dentro dessas obras criminosas, estão: 1º Fecho da Barra da Fuzeta, que a natureza abriu, e que o Polis fechou contrariando assim o ciclo natural das Barras na Ria Formosa, recorrendo a um desmesurado numero de máquinas pesadas, usados nas dragagens no leito da Ria e no transporte de areias de um lado para o outro usando veículos pesados , que destruíram tudo à sua passagem no frágil cordão dunar na Ilha da Armona em frente à Fuzeta.

2º destruição de grande parte da Península de Cacela com a abertura de uma nova Barra no frágil cordão dunar da Ria Formosa, abertura essa, feita a pedido e sem estudos nenhuns, levando à destruição da biodiversidade daquela sensível zona protegida, devido ao assoreamento provocado, pela abertura dessa nova Barra.

3ºAbertura de uma nova Barra da Fuzeta, foi feito o mesmo tipo de destruição, do cordão dunar agravado pelo aumento do Nº de máquinas,que deixaram aquele local do cordão dunar, sem manto vegetal, sendo a obra de uma ineficácia total pois passados 2 dias da inauguração o IPTM deu a Barra como impraticável à navegação,deixando assim 62 embarcações,registadas na Fuzeta, sem segurança para exercerem o seu modo de vida.

4º Fecho da antiga barra da Fuzeta que fecharia naturalmente se não tivessem fechado a barra aberta pela natureza, Mais maquinaria em cima do cordão dunar e mais dragagens sem estudos levando à destruição,de milhares de m2 das tão agora propaladas, pradarias marinhas.

A todas essas obras, crimes ambientais, e urbanísticos, que contrariam o plano de ordenamento do PNRF, o director do PNRF, assiste impávido e sereno, será que não tem conhecimento desses crimes? Ou está lá precisamente para estar calado, e esperar pelo fim do mês, para que o ordenado lhe caia da conta.

A seguir por este caminho, quantos anos vai resistir a frágil Biodiversidade da Ria Formosa, e que futuro reserva às 10 000 pessoas que dependem dela, neste momento já a lutar pela sobrevivência?






42 comentários:

Anónimo disse...

Então a Vivemar agora queixa-se?Durante anos o que fez?Nem será preciso recordar,agora que o papel escasseia os ratos começam a roer a corda,aguentem-se que isto é só o principio quando o memorando da troika fôr aplicado será ainda melhor!

Anónimo disse...

para as associações de olhão como a Formosa é que a poluição não existe,e a agua da ria é a melhor do mundo mas se a agua é assim tão limpinha porque razão o presidente da Formosa,não lava a a cara com a agua que sai dos esgotos da doca do T da Marina e da horta da CMO.e já agora pode levar aguinha dessa para dar ao leal as manitas dos crimes que comete contra a ria.

Anónimo disse...

Estas associações sempre fizeram jogo duplo,por estas e outras a ria está como está.

Anónimo disse...

o parque da ria, está a saque os moradores não podem construir nada os poderosos até dentro de agua podem construir.como na fuzeta quinta do lago e torre daires e cabanas

Anónimo disse...

A quercus e a Almargem também mamam do sitema pois tem estado calados à conta de favores às aguas do algarve, que poluem a Ria com as suas etars assassinas.
a merda sai todos os dias dos esgotos em Olhão e faro e as quercus e almargem não sabem ???? será que mamam é do sistema,para continuarem caladas.

Anónimo disse...

Um orgão criado para melhorar o quadro geral da Ria Formosa e que após mais de 20 anos de despesa de funcionalismo e mau gastar conseguiu que esse quadro tivesse piorado em todos os seus aspetos penso é demonstrativo e exemplo de tudo o que de mau nos está a acontecer como pais.O mais grave é a impunidade destes organismos que desmoralizam todos e levam á descrença num futuro melhor.Há que não calar e expor as inutilidades e malfeitorias destas sociedades criadas com o dinheiro de todos para proveito de alguns.
Farense de Olhão.

a.terra disse...

A escumalha soma e segue. A criminosa ambiental Valentina Calixto autorizou a Camara Municipal de Tavira, a fazer uma intervenção na Praia do Barril e na Terra Estreita, que consiste em retirar as areias do baixa mar e colocá-las no cordão dunar. Não sabem ou não querem saber os crimes que estão cometendo contra a Ria Formosa.
O parque Natural da Ria Formosa, não tem falta de dinheiro ou de organização; tem falta sim de ser extinto. Em lugar de defender o Parque e a Ria Formosa tem-na degradado, com negocios pouco claros.
Sendo uma entidade com responsabilidades na Ria Formosa como pode o Parque e esse atrasado mental do João Alves autorizar o que estão fazendo em Santa Luzia?
Quando é que esta cambada de imbecis, politicos e não só para um pouco param um pouco para pensar e deixam os tecnicos fazer o seu trabalho?
A Ria Formosa tem de ser vista no seu conjunto e não apenas nos pequenos casos pontuais que vão surgindo. Persistir no mesmo caminho é pôr em causa as Ilhas, a Ria Formosa e as populações ribeirinhas.
Porque não dar ouvidos ao Centro de Investigação Marinha e Ambental da UALG?
Deixar que estes politicos de merda tomem conta de assuntos tão sensiveis é com entregar o ouro ao bandido.

shop4kids disse...

enganam-se em relação à quercus...nem sequer têm dinheiro para fazer algo...é lamentavel que não saiba a realidade das coisas...

Anónimo disse...

se quiser ver as contas e o que a quercus algarve faz...não hesite contacte o núcleo, tudo será mostrado...bem vemos a porcaria na ria mas infelizmente nada podemos fazer pois o núcleo do algarve só tem uma pessoa a trabalhar...não há dinheiro para nada...

Anónimo disse...

Se calhar a quercus precisa de ser refundada e só com uma pessoa é facílimo...

José Manuel. disse...

Para denunciar a pouca vergonha que se passa na ria não é preciso muito dinheiro é preciso é vontade de enfrentar os poderosos que se fizeram donos da Ria.
o vosso blog tem feito mais para denunciar a pouca vergonha na Ria do que qualquer organização ambientalista,porque não junta a quercus a sua voz a este blog e a outras organizações e partem para uma luta em conjunto para o fim da poluição na Ria e contra os crimes ambientais que se estão a cometer neste momento a toda a hora usando dinheiros públicos do Polis para isso?
vá lá juntem-se em vez de se andarem divididos, pois é isso que os inimigos da Ria querem.

Anónimo disse...

Boa ideia o Olhãolivre junto com a Quercus o Leal e a Valentina mijavam-se todos.

Anónimo disse...

já basta de pouca vergonha na Ria é tempo,de exigir responsabilidades a quem as tem.

idallia disse...

não se esqueçam que nos últimos 6 anos e meio a dívida de Portugal passou de 92 para 160 milhões de Euros e não se deixa enganar. Muito antes do PEC IV, Portugal já estava na bancarrota e a culpa não pode morrer solteira, o culpado tem nome o PS e José Sócrates.
Por mais mentiras que digam esta é a triste realidade,em Olhão as dividas da CMOlhão já são tantas que a banca já não emprewta dinheiro e é preciso criar empresas municipais criadas para pagar as dividas da CMO às Agua do Algarve no valo de mais de 6 milhões de €,se nós pagamos a factura da agua o que fez o Leal e companhia ao dinheiro????evaporou-se foi gasto em festa festarolas que não para foi dado ao sco à fesnima aos mercados de Olhão foi metido ao bolso,que sabe para onde foi?digam lá isso pois aumentaram a agua e o imi por causa disso?

Anónimo disse...

A quercus e a almargem juntas com o movimento de cidadãos, como o Olhão Livre, só pode ser utópico ou desconhecimento... Em devido tempo foi dado conhecimento da Petição para a defesa da RIA Formosa que ainda corre termos. passados praticamente 3 meses nem uma resposta deram... e sei-o de um dos autores da petição!! Todos Falam da 7ª Maravilha, mas muito poucos efectivamente se preocupam! defacto só o Olhão Livre e mais meia duzia de cidadãos anónimos é que se preocupam, isto claro tirando os mais de 1000 assinantes da petição!! essas associações, são filiais ambientais dos partidos... e acho que está tudo Dito!!!
- O Proscrito!-

Anónimo disse...

Enquanto houver dependências de subsidios ou outros,qualquer organismo entre elas associações sejam ambientalistas ou de cidadania,não conseguirá manter a indepedencia necessária para a luta,em prol da transparência.Bem sabemos que o dinheiro faz falta para ações mais musculadas,mas quem o dá não o faz de animo leve,e quer contrapartidas nem que sejam em mudanças de opinião.
Perguntam-se tantas vezes,porquê de entidades criadas e vocacionadas para a defesa da ria e do ambiente,encolher os ombros perantes crimes de poluição e outros ? Só tem uma resposta !se não encolherem os ombros,perdem o emprego,perdem o subsidio.Honestidade,Caracter,verdade,cidadania,são valores cada vez mais raros na sociedade,não tem preço para muitos,e que infelizmente para alguns são verbos de encher !e que se vão enchendo.

DX

Anónimo disse...

Interessante,este tema
já agora como estamos com a aprovação do IKEA em Loulé,? será que não diz nada a ninguem? Cá em Olhão por enquanto não temos IKEA,temos coisas parecidas,mas damos luta e vamos vêr.

Um SO!

Anónimo disse...

ó Proscrito não poderá viver indefinitamente só.Não acha que estas associações juntas teriam mais força ? Pelo facto de membros se portarem menos bem,não significa o todo da associação.

Tempo de Mudança disse...

O maior cego é aquele que não quer ver e parece que as entidades oficiais fingem que não veêm,a poluição que todos os dias envena a Ria Formosa seja através dos esgotos seja através da ETARs seja através da maquinaria pesada,que tem destruido o frágil cordão dunar,pois que o Polis colocou mais de 15 maquinas pesadas em cima do frágil cordão dunar Há mais de 1 ano.
dentro da ria as chupadoras destroem tudo à sua passagem mas nada nem ninguém denuncia isto a não ser vocês no vosso blog.
força não desanimem o futuro lhes dará a razão.

Anónimo disse...

se houvesse justiça já a presidente do Polis tinha sido presa pelos crimes que cometes por ter destruído a biodiversidade na ria.

vota PS e terás o que mereces disse...

o Ps usou emigrantes ilegais na Campanha, dando em troca comida e a possibilidade da legalização? era bom que se soubesse toda a verdade.uma coisa é certa que vai pagar a esses emigrantes somos nós através dos nossos impostos.

Claudia B disse...

de uma vez por tdas deixem de falar mal da Ria Formosa que é a 7ª Maravilha não da Natureza mas sim a 7ª aravilha da merda que os responsáveis da CCDR da ICNB da ARH da CMO do IPIMAR tem consentido..

vota para que esta merda acabe. disse...

até a embaixada de moçambique mandou emigrantes apoiar Sócrates e esta heim?

Anónimo disse...

@ Anónimo de 23 de Maio de 2011 ás14:41, Meu caro Felizmente não vivo orgulhosamente e eternamente só! 1º porque já nasci depois de 25 de Abril de 74 e depois porque muitos se revêem no que afirmei no comentário anterior! Sabe o Meu caro que cada uma dessas associações além das quotizações dos filiados, ainda recebe um subsidio do Estado Prtuguês? sabe tambem que alguns dos elementos directivos dessas estruturas, quer a nivel Nacional quer a nivel Regional, exercem cargos em Organismos Públicos? Sabe tambem que estas estruturas Nunca mas Nunca condenam actos ou acções anti ambiente em que o causador seja o Estado Português??? Sabe ainda que estas estruturas, são fundamentalistas e extremistas?? sabe que, por exemplo, no caso do problema das ilhas Barreira TODAS DEFENDEM A DEMOLIÇÃO INTEGRAL E TOTAL DE TODA E QUALQUER EDIFICAÇÃO EXISTENTE?? calculo que não saiba... mas é um facto! no ponto que toquei, sobre a peticção estas mesmas associações não se pronunciaram e nem tão pouco querem ouvir, pois para elas não existe o PONTO DE EQUILIBRIO".. para estas estruturas só existe o Fundamentalismo e tudo o que seja fora da natureza, deve ser excluido... quando neste caso, além da natureza (ambiente) existe o Ser HUMANO, que pelo que eu estudei na escola... FAZ PARTE INTEGRANTE DA NATUREZA! por isso meu caro, o eternamente só não se aplica a mim.. deve-se aplicar a estas Filiais partidárias e fundamentalistas!!
- O Proscrito!-

Anónimo disse...

Como não existe protecão da natureza?preparem-se, que vem aí o governo de direita, que vai deitar as casas das ilhas barreira todas abaixo.Mosse proscrito não percebes nada disto,ainda és muito novo,quando eu era miúdo e o meu pai ia para o viveiro já havia casas nas ilhas barreiras e não havia tanta merda na ria.Paulo p

a.terra disse...

Vou tentar esclarecer aqui um ponto que me parece importante. É que as associações ambientalistas, como todas as outras são compostas por pessoas e estas não têm todas os mesmos comportamentos. Por exemplo a drª Nelia Farrobinha que representa a Quercus Algarve está condicionada pela casa mãe a sede nacional e não deve pronunciar-se sobre determinados temas. O ex-representante da LPN acabou por ir trabalhar na Polis, tal como o antigo representante da Quercus fora trabalhar para o Parque da Ria Formosa.
Compreendo que as pessoas necessitem de trabalhar, mas revelam alguma incoerencia entre o antes e o depois de conseguidos os empregos. E como se isso não bastasse ainda há a subsidio dependencia promovida pelo Estado como forma de evitar que as pessoas se pronunciem em relação a obras suas. Vejam o Minuto Verde da RTP1!
Os problemas da Ria Formosa são conhecidos de há muito tempo e não será com esse tipo de associações que se resolve o problema.
O Olhão Livre, emite opinião, denuncia, apela á luta por parte das populações afectadas, pois são elas quem em primeiro lugar deve procurar uma solução para o problema. O Olhão Livre não é um associação. Para isso existe o Somos Olhão que sozinho tambem pouco pode fazer. É preciso que as pessoas participem.

Anónimo disse...

Este Paulo (será Pedroso ou) merdoso vem agitar o espantalho da direita como se o governo socialista não se comportasse tambem ele como sendo de direita. Então quem tomou as medidas contra o Povo nos ultimos seis anos fui eu? Ou o Socrates?

Anónimo disse...

Moss ió Paulo p pareçe que estás preocupado com o futuro governo direita,não me digas que este que nos governou 6 anos é de esquerda tens com cada uma que pareçe a terceira perna de homem.Caro seja quem fôr a governar, o programa está traçado pela troika,os tachos é para acabar,a bagunçada é pra acabar e tu tambêm vais andando nem os teus amigos da manita te salvam.

Anónimo disse...

Quem não receber subsidios estatais é proscrito pelo Socrates e pelo cara dura.

Anónimo disse...

Desculpa falar, mas o paulo p tem razão.Quando chegar o psd, você vai vêr se não vai tudo abaixo.Marcia

Anónimo disse...

Desculpa falar, mas o paulo p tem razão.Quando chegar o psd, você vai vêr se não vai tudo abaixo.Marcia

a.terra disse...

Durante as acmpanhas eleitorais é o vale tudo a pontos de aqui em Olhão, quando a sede de campanha socialista ficou instalada na ex pastelaria Bom Sucesso, foi a Camara quem pagou a factura da luz e por isso alguem terá de responder no tribunal em processo que já decorre.
E agora bem pode ir o Chco Pencas outra vez fazer queixa dos autores do Olhão Livre, à Policia Judiciaria. Se for preciso tambem sou capaz de assinar uma confissão que contenha essa afirmação.
Grande paspalho me saiste ó Chiquinho.

Anónimo disse...

pois é esta associação agora queixa-se, mas afinal quem é o presidente dessa vivmar o americo ou o presidente da junta de são pedro! moss joga-te o mar ,e por isso que que estes artistas junto com os politicos teem deixaDO CHEGAR AS ACTIVIDADES DA RIA AO ESTADO QUE TODOS CONHECEM

Anónimo disse...

Achar que a questão da Ria é uma questão de côr política é demagogia pura.A questão é de abandono e má ,por vezes corrupta gestão.A areia que,sem estudo algum, foi roubada durante anos a fio não foi uma questão de partidos mas de mau agir e danificar á vista de todos,no fundo foi falta de vergonha.Chegados aqui estas mesmas públicas entidades arrogam-se o direito de nos vir salvar e salvar a ria.A natureza e a sua preservação deverá ser o maior valor mas as pessoas e as suas expectativas também devem ser respeitadas dentro duma razoabilidade e bom senso necessárias.Uma coisa é evidente não foram as construções que estagnaram e poluiram as águas da ria degradando-a,foram os cuidadores superiormente designados os agentes mais danosos para a Ria (Parque Natural,Câmaras,Soc.Pólis,Autoridade Marítima e o que a uns deixaram e a outros proibiram sem qualquer bom critério),nunca se distinguido pelo bem fazer mas pelos piores motivos.
Porque é que as contrapartidas da ampliação do aeroporto foram para Castro Marim embelezar a sede do Pólis e na Praia de Faro nem uma escada de cimento de 5 degrau para diminuir o risco de queda ou não é o risco o argumento maior da Soc. Pólis?
Chega de alcoolizarem a carneirada estamos fartos.
A minha maior dúvida é que percentagem do orçamento do Pólis será realmente dedicada ao bem da Ria e quanto já foi e será gasto em mordomias e funcionalismo.Deve sobrar muito pouco verdadeiramente para o bem da Ria...
Farense de Olhão.

Anónimo disse...

Moss oh Paulo P (será de palhaço??), para ler o que eu escrevi basta a 4ª classe! e em parte alguma vez no meu comentário qualquer palavra contra as edificações nas ilhas! até porque eu concordo com o que os autores da petição defendem!! mas como tu és mais um PSBOY cartão-ó-dependente, não consegues alcançar a intenção do que escrevi! E deixa lá o povo escolher se quer ser governado Por um Aldrabão marketeiro profissional ou por um economista franco atirador nos proprios pés!!! mas uma coisa o teu querido dono não se safa... FICARÁ CONHECIDO NA HISTÓRIA DESTE PAIS NÃO COMO O SOCRATES MAS SIM COMO O DOBRO.. em 6 anos de desgoverno dobrou a divida, o desemprego, os boys no aparelho do estado... por isso tem vergonha (se fores capaz) e não fales do que não sabes... nem da poluição na ria nem muito menos de politica nacional!!! Posso ser novo mas gosto de aprender com quem sabe e felizmente discuto com sabe e aceita a opinião quando diferente!!

Anónimo disse...

Á va´s ,vás,ao tribunal demonstrar que o que falas não é verdade.A.Terra,de uma vez por todas ,porque não te calas?C.MaRTINS

Anónimo disse...

ó carlinhes maritineco vê lá se é verdade,que foi o a CMO a pagar as desepsas do ps, e tu é que vais ter de engolir os engulhos.vê lá se queres ser constituido testemunha pois o teu i.p. já cá canta.

Anónimo disse...

Ui que medo,eu até já tenho o adn do a.terra.Vás ,vás dentro ,porque não consegues demomstrar que é verdade as mentiras que dizes.C.Martins

Anónimo disse...

Ratos, ratinhos e RATAZANAS, andam todos em grande roda viva!
Uns porque começaram a sentir o seu barco afundar-se.
Outros porque acham que agora é a sua vez de ficar por cima e querem garantir já um lugar.
Alguns mais ranhosos vão até tentar saltar de um barco para o outro.

Deviam juntar-se todos com os seus chefes, chefinhos e CHEFÕES e tirarem bilhete de ida sem volta, para qualquer sítio muito, muito longe daqui.
ASSIM PRESTAVAM UM GRANDE SERVIÇO A PORTUGAL!

Anónimo disse...

Então e OCM não diz nada Carlinhos?

Anónimo disse...

Ou se a ratazanas do PS ja a se porem a bandear para o o outro lado, e como sabem que o Leal se vai embora, agora entao começa a bajulaçao para outro lado

Anónimo disse...

QUEM VAI PAGAR A BARRA NA FUZETA?